quarta-feira ,21 fevereiro 2024
[adsanity_group align='alignnone' num_ads=1 num_columns=1 group_ids=309]
Página Inicial / Bahia / Bahia: Fontes renováveis representam 93% da capacidade instalada para geração de energia no Estado.

Bahia: Fontes renováveis representam 93% da capacidade instalada para geração de energia no Estado.

A água, o sol, o vento e a biomassa. Sabe o que esses elementos juntos significam? Todos são fontes renováveis e representam, aproximadamente, 93% da capacidade instalada para geração de energia elétrica na Bahia. O trabalho realizado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), para ampliação da participação dessas fontes na produção energética vem tornando o território baiano destaque no cenário nacional, principalmente na eólica e solar.

Quando o assunto é energia eólica, a fonte é a que possui a maior capacidade instalada para geração de energia elétrica no estado, com 8,2 GW de potência distribuídos entre 296 parques em funcionamento. O que representa um investimento de R$ 33,9 bilhões que vem sendo feito pelas empresas do setor desde 2012. Essa potência é capaz de atender mais de 20 milhões de residências, segundo dados da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE). Em 2023, 34 novos empreendimentos eólicos entraram em operação adicionando 1,2 GW à capacidade de geração.

Na energia solar, a Bahia permanece como referência nacional com 71 empreendimentos fotovoltaicos em operação e 2 GW de potência instalada. Com essa capacidade, é possível beneficiar mais de três milhões de imóveis, ainda conforme a SDE. O valor investido pelas empresas do setor é de R$ 8,3 bilhões nos últimos onze anos. Neste ano de 2023, foram 24 novos parques solares, acrescentando 692 MW à potência de geração de energia. As fontes hídrica e de biomassa também têm papel importante na matriz energética do estado. Atualmente, são 30 empreendimentos hídricos e sete usinas térmicas em atividade, que representam 5,7 GW e 531 MW, respectivamente, da capacidade instalada baiana.

“Esse resultado é fruto do trabalho realizado pelo Governo da Bahia, que pensa no processo de transição energética, ampliando a participação das fontes renováveis na geração centralizada. Estamos comemorando 10 anos do Atlas Eólico e cinco anos do Atlas Solar com a comprovação de que os estudos contribuíram para atração de novos negócios com a implantação de parques com elevadas capacidades de potência”, ressalta Sérgio Brito, secretário de Infraestrutura.

Linhas de Transmissão

O escoamento da produção de energia com a ampliação da infraestrutura de linhas de transmissão também contribui para atração de novos negócios no território baiano. O estado receberá um investimento de mais de R$ 10 bilhões com a implantação de cerca de quatro mil quilômetros de linhas de transmissão e de três subestações nos próximos cinco anos. O leilão realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que ocorreu em junho de 2023, teve a Bahia como protagonista, correspondendo a dois terços do investimento total, que foi de R$ 15,7 bilhões.

Com informações do Ascom/Seinfra

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Salvador: Penitenciária Lemos Brito tem princípio de motim e administração suspende visitas.

Um princípio de motim aconteceu na manhã desta terça-feira (20) na Penitenciária Lemos Brito, em …

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]