quarta-feira ,5 outubro 2022
Página Inicial / Meio Ambiente / Bahia: Pilotos agrícolas são treinados para combater incêndios em áreas de vegetação no oeste

Bahia: Pilotos agrícolas são treinados para combater incêndios em áreas de vegetação no oeste

Pilotos de aviação agrícola que trabalham em fazendas produtoras de grãos no oeste da Bahia estão sendo treinados para atuar no combate a queimadas em áreas de vegetação. Entre os meses de agosto e novembro, aumenta esse tipo de ocorrência na região e também no sudoeste, norte e Chapada Diamantina, por causa das altas temperaturas, da baixa umidade e da estiagem.

O governo federal permite que essa categoria auxilie bombeiros e brigadistas em casos de incêndios florestais. A lei 14.406 foi sancionada em julho deste ano, e estabelece que as aeronaves agrícolas precisam ser conduzidas por profissionais experientes e devidamente qualificados, atendendo às normas técnicas definidas pelo poder público.

A temporada das secas e dos incêndios também coincide com a entressafra agrícola na maior parte do território nacional – inclusive o baiano. “Nesse período mais seco aqui na região, as aeronaves ficam ociosas. Então, a gente está aproveitando esse maquinário para aplicar no combate aos incêndios florestais”, disse Enéas Porto, gerente de sustentabilidade da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia, a Aiba, que promove o treinamento.

A carga horária é de 30 horas, e conta com aulas teóricas e práticas em uma propriedade rural na cidade de Luís Eduardo Magalhães. No curso, os pilotos aprendem a se posicionar corretamente diante do fogo e da fumaça, e a adotar procedimentos de segurança específicos para esse tipo de operação. Eles se preparam para enfrentar condições adversas, como o forte calor, ventania, e instabilidade da aeronave.

A Bahia já registrou mais de mil focos de incêndio este ano, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O caso mais recente ocorreu em Barreiras, no oeste, no início desse mês. Na região, mais de mil hectares já foram consumidos pelas chamas em 2022.

 CN com informações do G1.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Erros grosseiros de pesquisas eleitorais detonam credibilidade de institutos  

  As diferenças abissais entre os resultados reais da eleição deste ano e aqueles projetados …