quarta-feira ,30 novembro 2022
Página Inicial / Política / Bahia tem 78,65% de comparecimento às urnas no primeiro turno das Eleições 2022

Bahia tem 78,65% de comparecimento às urnas no primeiro turno das Eleições 2022

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) terminou de apurar as 34.424 mil seções da Bahia por volta das 2h00 desta segunda-feira (3). Com a conclusão do processo, o número de pessoas do estado que reservaram parte de seu tempo ao longo do dia 2 de outubro para ir às urnas e votar cresceu em termos totais e percentuais nesta eleição em comparação com os dados do pleito de 2018.

Ao todo, 8.874.509 milhões de baianos compareceram em suas sessões para escolher seus representantes como deputados estaduais e federais, senador, governador e presidente. Considerando que, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 11.291.528 milhões de pessoas estavam aptas a votar em todo estado e 2.408.472 milhões destes não foram, 78,65% dos que poderiam participar da ‘festa da democracia’ aproveitaram desse direito.

O número de ausentes neste ano foi levemente superior ao da eleição de 2018, quando 2.154.937 milhões de pessoas deixaram de votar no estado, o que equivale a 20,74% dos eleitores, já que a Bahia tinha 10.393.170 milhões de aptos para voto e 8.235.310 milhões compareceram há quatro anos. Naquela oportunidade, o número de faltantes somados aos votos brancos e nulos na Bahia, no 1º turno, representaram 38,7%

Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), que é responsável por promover e fiscalizar o pleito no estado, Roberto Maynard Frank falou sobre o comparecimento. Ele afirmou que os números deste ano apontam para uma participação maciça que deveria ser comemorada, além de parabenizar quem exerceu seu direito ao voto.

“Estendo meus cumprimentos, especialmente, a todos eleitores e eleitoras baianas que compareceram às urnas a fim de exercer o seu direito ao sufrágio maciçamente e o fizeram de forma ordeira e responsável, respeitando as diferenças e dando um exemplo de processo democrático aqui na Bahia para todo o Brasil”, falou Frank.

O presidente ressaltou as diversas ações do próprio TRE-BA para regularizar a situação dos eleitores no estado e incentivar o voto. “Nós tivemos pleno êxito no nosso processo que antecede o fechamento do cadastro. Implementamos boas práticas no sentido do uso da inteligência artificial com o Whatsapp e Telegram, além do projeto TRE em todo lugar para comunidades carentes. Tudo isso para que esse eleitorado estivesse apto”, apontou Frank.

“A Bahia foi o estado que, percentualmente, mais cresceu seu número de eleitores com praticamente um milhão a mais em relação ao que tivemos nas eleições de 2020”, completou, comparando com o pleito municipal, há dois anos.

O número de votos nulos e brancos dados pelos eleitores baianos apresentou quedas quantitativa e percentual neste pleito. Ao todo, 328.371 mil pessoas votaram nulo (3,70%) e 123.445 mil pessoas optaram pelo branco (1,39%). Juntas, as duas opções representaram 5,09% dos votos no estado. Para que se tenha noção da diferença, em 2018, 314.605 mil (3,82%) pessoas que compareceram às urnas votaram em branco e outros 1.170.405 milhão (14,21%) anularam o voto.

CN com informações do Correio.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

BRASIL: Moraes rejeita ação do PL contra urnas e multa coligação de Bolsonaro em R$ 22,9 milhões

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, multou os partidos da …