Página Inicial / Justiça / BARRA DA ESTIVA: Caso Beatriz – Advogada da família pede para quem sabe, viu ou ouviu algo, procure a polícia;

BARRA DA ESTIVA: Caso Beatriz – Advogada da família pede para quem sabe, viu ou ouviu algo, procure a polícia;

FOTO: Reprodução/Chapada News

Um caso que vem chocando a Chapada Diamantina completa 30 dias ainda sem solução: o desaparecimento da jovem Beatriz Pires da Silva Santos, de 25 anos, mãe de um menino de 2 anos e grávida de seis meses, saiu de casa no dia 11 de janeiro, para voltar no dia seguinte e nunca mais foi vista. As investigações policiais apontam como suspeito o vereador, presidente da Câmara de Vereadores de Barra da Estiva, que segue como investigado.

Dra. Suilane Novaes Lima, Advogada que representa a família de Beatriz, concedeu entrevista ao Jornal do Meio-Dia, da Radio Nova Web Seabra, nesta segunda-feira (13), posicionando sobre as investigações.

Segundo a Doutora, o Inquérito Policial é mantido em sigilo, para resguardar as investigações., porém, é de conhecimento público que algumas buscas e apreensões foram feitas. Já foram ouvidos testemunhas e familiares de Beatriz. Foi apreendido um computador na Câmara de Vereadores e o carro, fiat Uno, o qual foi identificado por imagens de câmera de segurança como sendo o veículo que Beatriz entrou no dia do seu desaparecimento.

O carro apreendido pertence ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Barra da Estiva, e, o vereador investigado, está presidente desse sindicato, também. Ouve busca e apreensão em uma fazenda, que pertence ao vereador investigado.

No dia 03 de fevereiro houve uma manifestação que saiu da frente da Câmara de Vereadores e ganhou as ruas da cidade.

Dra. Suilane reforça a importância das manifestações populares e a divulgação pela impressa, pois ela vê como uma forma de sensibilizar a quem viu, sabe ou ouviu alguma coisa possa procurar a polícia e ajudar a elucidar o caso, pois a família está desesperada, sem nenhuma resposta ainda. É assegurado o sigilo e o anonimato de quem possa denunciar sobre alguma coisa.

“Beatriz é uma jovem mulher de hábitos simples, não saía de casa sem falar para onde ía, esse caso está fora da curva, totalmente atípico. E foi vista pela última vez em uma via pública, quem viu algo, souber de algo que possa ajudar a elucidar esse caso, por favor, procure a Polícia”, reforça a Doutora.

Segundo a advogada, seu escritório emitiu ofícios para o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Barra da Estiva e também para a Câmara de Vereadores do município, com indagações, para que se saiba que providências administrativas foram tomadas pelas instituições, uma vez que a polícia civil já está tomando as que lhes cabem.

O Sindicato ainda não respondeu ao ofício, já a Câmara de Vereadores encaminhou o mesmo para discussão na Mesa Diretora e os colegas, pares do edil suspeito, já se pronunciaram a favor do afastamento do mesmo das funções na Instituição, até que se elucide sua participação do desaparecimento de Beatriz, que tem mais de 30 dias de sumida.

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

CHAPADA: Acidente entre micro-ônibus e caminhão deixa 12 mortos no Pará; uma das vítimas era de Ruy Barbosa

Um acidente entre um micro-ônibus e um caminhão deixou 12 mortos na PA-150 entre Marabá …