sexta-feira ,5 junho 2020
Página Inicial / Política / Bebianno diz que Carlos Bolsonaro fez ‘macumba psicológica na cabeça do pai’

Bebianno diz que Carlos Bolsonaro fez ‘macumba psicológica na cabeça do pai’

O ex-ministro Gustavo Bebianno atribuiu a Carlos Bolsonaro sua saída do governo federal. Em entrevista à rádio Jovem Pan concedida nesta terça-feira (19), ele afirmou que o filho do presidente Jair Bolsonaro fez uma “macumba psicológica na cabeça do pai”.

Bebianno declarou que os atritos com Carlos Bolsonaro começaram ainda antes da eleição e se intensificaram durante o governo de transição. Ele disse que passou por um processo de fritura em público e criticou a postura do filho do presidente no caso.

“A minha indignação aqui é por ter servido como um soldado leal de todas as horas, disposto a matar ou a morrer, e no fim da linha ser crucificado, levar um tiro nas costas e ser taxado de tudo que há, simplesmente porque o senhor Carlos Bolsonaro fez uma macumba psicológica na cabeça do pai. Eu não posso admitir isso. Isso não é correto”, reclamou o ex-ministro.

O ex-ministro admitiu que, quando se abre para conversar, Carlos “é uma pessoa muito doce”. “Mas às vezes ele entra nesses altos e baixos e não se contém”, pontuou. Bebianno, por outro lado, destacou que se sentiu mal com o processo que culminou com sua saída do governo federal.

“Houve, desnecessariamente, e eu prefiro não adjetivar, mas foi um processo que me causou muita dor e muita decepção, um sentimento de injustiça muito grande, ter sido fritado em público pelo filho do presidente. Isso não se faz, isso não é correto, isso não é humano”, criticou.

 

Fonte: Bahia Noticias

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

61% dos baianos querem adiamento das eleições municipais, diz pesquisa

A maioria dos baianos é favorável ao adiamento das eleições em virtude da pandemia do …

Deixe uma resposta