quinta-feira ,29 setembro 2022
Página Inicial / Polícia / Bolsonarista matou colega lulista com ao menos 15 facadas e tentou decapitá-lo

Bolsonarista matou colega lulista com ao menos 15 facadas e tentou decapitá-lo

Rafael Silva de Oliveira, de 22 anos, disse à polícia ter dado ao menos 15 facadas em Benedito Cardoso dos Santos durante uma discussão política em Mato Grosso. Segundo a Polícia, o assassino também tentou decapitar a vítima com um golpe de machado. As informações são do portal G1.

Rafael é apoiador do atual presidente Jair Bolsonaro (PL), enquanto a vítima era apoiadora de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O crime ocorreu na noite de quarta (7), em Confresa, cidade a cerca de 1 mil km de Cuiabá (saiba mais aqui).

O autor está preso e deve ser transferido na tarde desta sexta-feira (9) para um presídio de Porto Alegre do Norte. De acordo com a Polícia, ele tem passagens na polícia por estelionato e tentativa de estupro.

A vítima e o autor trabalhavam juntos no corte de lenha para uma cerâmica em uma propriedade na zona rural de Confresa. Nenhum dos dois havia consumido bebidas alcoólicas.

“O que levou ao crime foi a opinião política divergente. A vítima estava defendendo o Lula e o autor defendendo o Bolsonaro”, afirmou o delegado responsável pelo caso, Victor Oliveira, à TV Centro América.

“Eles haviam acabado de jantar e fumavam um cigarro juntos, quando começaram a discussão. Os dois estavam sozinhos no barraco onde moravam”, explicou o delegado.

CN com informações do G1.

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Bahia: Quem era Geane Brito, aluna cadeirante assassinada em ataque a escola em Barreiras

Integrante de uma família de sete filhos, Geane Brito, estudante de 19 anos morta com …