quinta-feira ,1 dezembro 2022
Página Inicial / Economia / BRASIL: Líderes da Igreja Universal caem em golpe milionário

BRASIL: Líderes da Igreja Universal caem em golpe milionário

FOTO: Divulgação
O prejuízo proporcionado por Glaidson Acácio dos Santos, o “faraó do bitcoin”, foi grande para muita gente, inclusive para os líderes da RecordTV e da Igreja Universal. Segundo a Coluna “Splash”, o MPF (Ministério Público Federal) tem em mãos uma lista de mais de 160 pessoas.
A lista enganada pelo faraó do bitcoin é composta por fiéis da igreja ou trabalhadores da Record, assim como parentes de ambas as categorias. No total, os nomes tiveram prejuízo de R$ 8,71 milhões. Quem atraiu e fez todas as operações com as vítimas foi Fabiano Freitas, ex-pastor da igreja.
Os fiéis e funcionários da Record foram seduzidos com promessas de retorno de 10% ao mês sobre seus investimentos. Algumas pessoas perderam as economias de toda uma vida, pois Acácio “sumiu” com o dinheiro.
De acordo com autoridades, o empresário movimentou ao menos R$ 38 bilhões. Um fiel da Universal e ex-jogador de futebol, que atuou em times como XV de Piracicaba e no Juventude, perdeu sozinho R$ 1,1 milhão. Outro que sofreu prejuízo foi Anderson Souza, diretor de dramaturgia da Record: cerca de R$ 100 mil.
A família do deputado Marcos Pereira, famoso articulador e operador dos interesses da Universal e de Edir Macedo no Congresso, perdeu cerca de R$ 420 mil.
Genro de Edir Macedo avisou sobre Faraó do bitcoin
De acordo com a publicação, o bispo Renato Cardoso, genro de Edir Macedo e co-apresentador do programa “The Love School”, da Record, já tinha conhecimento da atuação do “faraó dos bitcoins”. Ele chegou a ameaçar denunciar à Receita e à polícia lideranças e fiéis da igreja que estavam abrindo empresas de fachada ou investindo em bitcoins em parceria com “laranjas” ou contadores.
Faraó do bitcoin recebe 37 mil votos para deputado, mesmo preso
Glaidson recebeu mais de 37 mil votos neste domingo (2), nas eleições. Ele concorria ao cargo de deputado federal pelo Rio de Janeiro, mas não foi eleito.
Preso desde agosto de 2021, o empresário dono da GAS Consultoria disputou as eleições, mas sua candidatura estava sendo analisada pela Justiça Eleitoral. No total, a empresa de investimentos do Faraó do bitcoin pode ter movimentado R$ 38 bilhões.
Cerca de 120 mil pessoas esperam receber o dinheiro investido junto ao Faraó do Bitcoin. A Justiça solicitou o depósito de R$ 19 bilhões para pagar parte dos investidores, com um prazo de 72 horas para o depósito do montante. (Fonte: Bahia Notícias)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Jovem que estava desaparecida em João Dourado é encontrada e está bem

A família da cidade de João Dourado, na região de Irecê, Chapada Velha, localizou a …