Página Inicial / Entretenimento / Brasil: Rádio demite jornalistas após comentários racistas sobre meia do Londrina

Brasil: Rádio demite jornalistas após comentários racistas sobre meia do Londrina

A rádio Bandeirantes rescindiu o contrato com o narrador Romes Xavier e o comentarista Vinicius Silva em função de comentários racistas durante a transmissão do jogo entre Goiás e Londrina, pela Série B do Campeonato Brasileiro, no último sábado (17). Os profissionais ridicularizaram o penteado black power do meia Celsinho, do time paranaense, chamando-o de “negócio imundo” entre outras ofensas preconceituosas.

“A transmissão do jogo Goiás x Londrina foi realizada pela Equipe Feras do Esporte que trabalha em regime de Parceria com a rádio Bandeirantes Goiânia, sendo vedado no respectivo contrato qualquer tipo de atitude racista ou preconceituosa por parte seus colaboradores. Assim, a rádio Bandeirantes já solicitou junto à equipe a imediata rescisão contratual do jornalista, sem prejuízo de outras penalidades contratuais que vierem a ser necessárias”, informou a rádio do Grupo Bandeirantes, em nota de repúdio.

Dessa forma, Romes Xavier e Vinicius Silva não trabalharão mais para a rádio Bandeirantes Goiânia. A Equipe Feras do Esporte, em comunicado, pediu desculpas ao jogador do Londrina e afirmou que afastará os autores dos comentários racistas na transmissão do futebol.
“Conversamos com os profissionais que nos deram suas explicações e versões a respeito do ocorrido. Temos convicção de que ambos não o fizeram por maldade e nem com intenção de ofender o atleta, contudo, apesar de entendermos seus argumentos, achamos melhor afastá-los de suas funções dentro da equipe, decisão da qual já foram comunicados pela Direção da Equipe Esportiva e pedimos desculpas em nome de todos da equipe Feras do Esporte ao Londrina, bem como ao Celsinho, seus familiares, colegas e amigos”, diz a nota assinada pelo diretor da Equipe Feras do Esporte, Nivaldo Carvalho.

A reação da rádio Bandeirantes e da Equipe Feras do Esporte veio após intensa mobilização nas redes sociais contra as falas proferidas durante a transmissão de Goiás x Londrina. O time paranaense repudiou os comentários, chamando-os pelo nome correto: “ato de racismo”. Celsinho se manifestou compartilhando centenas de publicações em seu apoio no Instagram.

“O cabelo dele deve pesar demais, né, Vinicius?”, indagou o narrador Romes Xavier. “Exatamente, rapaz, parece mais uma bandeira de feijão, né, Rolmes, a cabeça dele, do que um verdadeiro cabelo. Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desses bonito. Parece mesmo uma bandeira de feijão”, respondeu o comentarista Vinicius Silva.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Chapada: Festival do Capão lança campanha para ajudar comunidade local

Após a polêmica em torno do veto do governo federal à captação de recursos para …