sexta-feira ,2 junho 2023
Página Inicial / Educação / CHAPADA: 1ª Marcha das Mulheres de Ibicoara alerta sobre o aumento de violência contra mulheres e crianças no município

CHAPADA: 1ª Marcha das Mulheres de Ibicoara alerta sobre o aumento de violência contra mulheres e crianças no município

FOTO: Reprodução/Instagram

Nesta segunda-feira (10), realiza a I Marcha de Mulheres de Ibicoara, município da Chapada Diamantina, na Bahia. O evento é promovido pelo Coletivo de Mulheres, com a finalidade de chamar a atenção das autoridades para as denúncias de violências doméstica e crimes sexuais, cujas vítimas são mulheres e crianças moradoras do município.

A concentração foi às 8 horas, em frente do Colégio Estadual Democrático, com saída prevista para às 8h30. O evento marca o início de uma série de ações que serão desenvolvidas e colocadas em prática pelo Coletivo de Mulheres de Ibicoara para romper o ciclo de violência doméstica e feminicídios que vem acontecendo no município, sem que nenhuma providência seja tomada para prevenir e coibir estes crimes.

Desde o início deste ano, são recorrentes as denúncias através das redes sociais, que se tornaram o único meio que as vítimas dispõem para pedir ajuda. Nos últimos três meses, mais uma mulher foi morta pelo marido, desta vez no distrito do Baixão.

Ainda sob o impacto desse feminicídio, outro caso, no mesmo distrito, chocou a população de Ibicoara. Uma turista teve que fugir, à noite, da Casa da Bia, a pousada onde ela estava hospedada, depois de ter sido assediada e ameaçada com um facão pelo filho da dona da pousada.

O assédio do motorista de uma van escolar a uma menor de idade foi mais um caso recente, e o estopim para que o Coletivo de Mulheres mobilizasse a comunidade que assiste a tudo sem reagir. O motorista era o responsável pelo transporte de estudantes que moram na zona rural e estudam na sede do município.

Diante destes casos, o Coletivo de Mulheres organizou a I Marcha para alertar a comunidade sobre a gravidade dos fatos e para exigir das autoridades que medidas protetivas eficazes sejam oferecidas as vítimas, que os agressores sejam punidos e que ações preventivas para coibir estes crimes sejam, imediatamente, implantadas no município.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

CHAPADA: Nesta sexta-feira (2), Jerônimo entrega Hospital Regional com leitos de UTI em Itaberaba

O Hospital Regional Piemonte do Paraguaçu, localizado no município de Itaberaba, portal de entrada da …