sábado ,27 novembro 2021
Página Inicial / Entretenimento / CHAPADA: Casal Gaúcho que viaja de carro pela América do Sul, desvia trajeto e conhece a Chapada Diamantina

CHAPADA: Casal Gaúcho que viaja de carro pela América do Sul, desvia trajeto e conhece a Chapada Diamantina

Morro do Pai Inácio (Palmeiras)

Carregado de coragem e disposição para conhecer o mundo o casal gaúcho Carina Furlanetto e João Paulo Mileski, se jogou na estrada, a bordo de um Sandero, em uma viagem pela América do Sul em busca de conhecer o máximo de países possíveis. Dessa vez, a expedição acontece pelo Brasil e o casal desviou o trajeto para conhecer a Chapada Diamantina.

O carro virou a “casa” do casal, e é nele que eles comem e cozinham em uma panela de pressão elétrica conectada a uma bateria extra. Usando muita estratégia, cada gasto é calculado e dividido por dias de viagem. O objetivo é viver na estrada de forma simples e poupar o máximo que der. Em toda as viagens não pagam hospedagem.

Aventuras pela Chapada Diamantina

Guiné (Palmeiras)

Para chegar à Chapada Diamantina, o casal desviou do curso do Rio São Francisco e chegou primeiro na cidade de Seabra, no final de outubro. Em seguida, conheceram Lençóis, onde visitaram o “Salão de Areias Coloridas”. Logo após fizeram sua 100ª viagem e dessa vez em Andaraí, onde pernoitaram. Passo seguinte, foi conhecer Igatú, em Mucugê.

O casal também se aventurou numa trilha pelo Vale do Pati, cerca de 27 km. “Uma das trilhas mais longas que já fizemos para um dos lugares mais bonitos que já conhecemos: Cachoeirão por cima, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina”, relatam em suas redes sociais. Aproveitaram e conheceram também Palmeiras e o Morro do Pai Inácio.

Andaraí

América do Sul

Em 2019, o casal percorreu 10 países em um ano e dois meses de viagem. As aventuras pela América renderam boas histórias no livro “Crônicas na Bagagem: 421 dias na estrada – uma jornada de despedimento pela América do Sul”.

Agora, a aventura é para conhecer cada canto do Brasil. Eles já estão há mais de 200 dias na estrada.

“Conhecemos praticamente todo o nosso subcontinente e só agora estamos conhecendo de verdade o nosso próprio país. Nesse tempo na estrada, pudemos constatar a riqueza da diversidade cultural e sobretudo a generosidade do brasileiro. As pessoas querem ajudar de todas as formas, nos dão comida e até gasolina”, disse Mileski.em entrevista ao G1.

Chapada News com informações do G1

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Polícia de Seabra deflagra operação para localizar envolvidos em sequestros. Policiais militares da 29ª são presos.

A Polícia Civil da Bahia, através de intensas intensas investigações realizadas pela 13ªCOORPIN/SEABRA E DRACO, …