quarta-feira ,10 agosto 2022
Página Inicial / Entretenimento / CHAPADA: Digital influencer Khaiky, conta as dores e os prazeres que passou até bater milhões de visualizações

CHAPADA: Digital influencer Khaiky, conta as dores e os prazeres que passou até bater milhões de visualizações

O podcast da Chapada esteve, nesta terça-feira (19), com o Digital Influencer Khaiky (@khaiky__). Natural de Seabra, na Chapada Diamantina, o influencer, que já possui mais de 27 mil seguidores somente em uma rede social, se identifica como uma pessoa versátil. São diversos Khaikys em um só. E que na rua, muitas pessoas não conseguem diferenciar o Khaiky da vida real com o Khaiky da internet. Algo que ele gosta muito.

“Tem o Khaiky dos stories, o que quando tá naquela vontade de fazer o vídeo, aí vem o Khaiky do feed, do reels, sem problema nenhum, sem dificuldade nenhuma. Eu passo por diversos aspectos dentro da internet”.

O Digital humorista Khaiky sentiu seu chamado para as redes sociais quando ingressou no IFBA (Instituto Federal da Bahia IFBA). Lá foi encorajado por dois amigos, Mayara e João Victor, que lhe auxiliaram a gravar um vídeo, o qual jamais foi postado, por vergonha. Mas em 2017, o Influencer decidiu, em casa, gravar um vídeo, sozinho. Postou. Teve poucas curtidas, naturalmente por não ser ainda conhecido. Neste momento foi apoiado, porém, também bastante criticado. E ele parou de produzir.

O medo das críticas fez com que diversos vídeos fossem gravados e regravados, porém, jamais postados, somente amigos viram. Mas em 2018, Khayki entendeu seu propósito, que os medos faziam parte do processo e voltou a produzir conteúdo em grande volume.

“Quando você entende qual é o seu propósito, o processo faz parte. Então vi que aquilo era necessário. Eu vou cortar muitos vínculos, [algumas] pessoas não vão mais andar comigo, mas quem quer, vai continuar. Comecei a postar, em 2018 muitos vídeos, as pessoas começaram a me abraçar, até que no final de 2018 hackearam minha conta. Parei.” conta o Influencer.

Mas retomou. Criou outra conta no Instagram, de memes, mesmo com medo dos seguidores não o associarem ao da página anterior. Porém, conseguiu recuperar sua página e voltou com tudo. Do nada teve uma ideia de produzir um vídeo sobre algo que estava “viralizando”, foi aí que ficou conhecido, várias páginas divulgaram seu vídeo, ganhou novos seguidores.

Apesar das aceitações e crescimento virtual, Khaiky sofreu com as críticas, com os olhares maldosos e, por ser ainda muito novo, isso o machucava muito. O que fez com que passasse grande parte de 2019 desativado, sem postar absolutamente nada.

Mas, o chamado era forte, e ele não conseguia ficar longe das postagens. Durante a pandemia, ainda em 2019, decidiu voltar e entendeu que as opiniões não importavam mais. Foi aí que ele começou a gravar e postar muito mais e sua visibilidade foi crescendo. Passando também para o Tik Tok, onde ganhou vários seguidores do país, começando a realizar o sonho do K’s (milhões de seguidores). E conseguiu, três dias após seu aniversário, em 11 de março, bater os almejados 10k’s.

Khaiky conta que de início gravava em casa, pois tinha muita vergonha de gravar na rua e não sabia editar direito. Inicialmente, também chegou a bloquear até mesmo a família (mãe e irmãos) só para não ser criticado. Até que começou a vir os resultados financeiros assustando até mesmo as pessoas que moravam com ele, que não acreditavam que a internet “dava dinheiro”.

A partir desse momento, nada mais o impediu de gravar, de ir sozinho para a rua, caracterizado e sem a menor vergonha. Aí ele entendeu que era sua profissão, e que ele amava o que fazia, criou independência e coragem.

O Influencer ainda destaca que o vídeo que mais gosta até hoje, foi o que mais deu trabalho para fazer, os das Noivas, onde reconhece a importância dos amigos e co-produtores Binho e Jarbas, porém, surpreendentemente, não chega a ser o de maior visualização, mas sua maturidade compreende que internet tem dessas coisas.

Khayki fala das estratégias que adota para a postagem de vídeos, usando primeiro o Instagram, para seus seguidores fixos e depois replicando no Tik Tok, que um público muito maior. E agradece seu público, na maioria mulheres, que são 70% dos seus seguidores e que engajam muito mais que os homens, seus outros 30%.

O Sagaz Influencer, que diz que adora se posicionar, mas não de polemizar, ainda fala onde ele busca inspiração: Whindersson Nunes. Para ele Whindersson “é o ápice do ser humano, é um visionário altamente inteligente”. Teve um encontro com o artista na Chapada Diamantina, e emocionado disse que um dia ele saberá quem é Khayki.

“Whindersson, hoje você não me conhece, mas me chamo Khayki. Você tá me vendo aqui como uma pessoa normal. Um dia você vai saber que eu sou. Não pelo meu nome ou por me ver, mas você vai falar é ele ali Khayki”, relata o Influencer emocionado.

Khayki atualmente mora em Salvador, onde está cursando a faculdade de Direito na Ucsal (Universidade Católica de Salvador) e encontrou muita dificuldade em relacionar estudos e gravações de vídeos. Achava que ia ser mais fácil, mas foi uma grande mudança, um grande desafio. Longe da casa, da família, chorou muito e precisou se adaptar. Mas está retomando as gravações, e hoje vê Salvador como uma grande porta de sucesso, com muitas possibilidades e muitas inspirações.

O que é o PodCast da Chapada:

O quadro PodCast da Chapada convida pessoas legais, importantes, engraçadas, ou que têm uma história de vida ou momentânea legal e que queira compartilhar com mais pessoas. Isso pode ser feito aqui em nossos estúdios ou por vídeo chamada, de qualquer lugar do mundo. Tem alguem que conheça pra bater um papo com a gente, é só nós avisar…

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Seabra: Igreja Católica recebe relíquia de primeiro grau da Santa Irmã Dulce dos pobres

Aconteceu nesse Primeiro Domingo de Agosto (7), na igreja do Bom Jesus em Seabra, a …