terça-feira ,26 outubro 2021
Página Inicial / Economia / CHAPADA: Entenda porque Barra do Mendes diminuiu e Brotas de Macaúbas cresceu, sendo ambas destaque na Bahia

CHAPADA: Entenda porque Barra do Mendes diminuiu e Brotas de Macaúbas cresceu, sendo ambas destaque na Bahia

Brotas de Macaúbas | Foto: Divulgação/Prefeitura

O município de Brotas de Macaúbas, na Chapada Diamantina, é destaque na Bahia em 2021, por ser a cidade que mais cresceu em contingente populacional neste ano, com uma variação de 5,8%. Já a cidade de Barra do Mendes, sua vizinha, também nas proximidades da Chapada Diamantina, foi a terceira cidade que mais diminuiu, perdendo 5,10% das pessoas que moravam lá, de acordo com as Estimativas das Populações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O crescimento da população de uma está diretamente relacionado à diminuição da população da outra. Brotas de Macaúbas, que tinha 10.130 moradores no fim de 2020 agora, tem 10.705. Barra do Mendes tinha 13.833 moradores e agora tem 13.128. Essas alterações tem razão de ser.

De acordo com a Prefeitura de Brotas de Macaúbas, o crescimento está atrelado à decisão judicial que envolves as duas cidades. O Supremo Tribunal Federal (STF), deu “ganho de causa” para Brotas em um julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 4621, por unanimidade, julgando procedente o pedido de retorno dos povoados de Boca das Palmeiras e Santo André para a cidade de Brotas.

Barra e Brotas começaram a brigar pelas comunidades no fim do século XIX, quando as terras eram disputadas pelos coronéis Clementino de Matos e Militão Rodrigues Coelho, como conta Wanderley Rosa, pesquisador em história da região.

Barra do Mendes | Foto: divulgação

O auge da desavença se deu em 1912, quando a oposição na Bahia ganhou a eleição e o coronel Militão, que estava indicado para ser o intendente de Brotas pela posição, acabou não sendo, e Brotas apoiou o governo que foi ao poder. Então em 1914, Militão invadiu Brotas e conseguiu ser nomeado intendente de Brotas (uma forma de prefeito que respondia diretamente ao Presidente da República).

Segundo o historiador, nesse meio tempo Barra foi emancipada, porém em 1917, por ocasião da revolução sertaneja, Horácio de Matos e outros coronéis resolveram retomar o poder. O Governo então fez acordo com eles para encerrar a emancipação de Barra do Mendes, que voltou a ser anexada a Brotas.

Ressalta Rosa, que Barra só foi ser definitivamente emancipada por volta de 1950. Algumas comunidades, por estarem bem mais próximas a Barra do Mendes, começaram a deixar de pertencer a Brotas e passaram a ser de Barra e outros lugares como Seabra por estarem a mais de 100 km de Brotas. Com isso Barra do Mendes conseguiu junto à Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), anexar as comunidades de Boca das Palmeiras e Santo André.

Entretanto, ao contrário de outras comunidades, essas duas comunidades não aceitaram a migração. O povo nunca se sentiu pertencer a Barra, apesar do governo do estado ter aceito a remarcação. “É uma sensação de pertencimento, tradição, que decisão judicial não muda”, declara Juraci de Souza, liderança da comunidade Boca das Palmeiras.

“Para nós, do grande ao pequeno, foi como se tivesse ganhado na loteria, uma alegria enorme. Somos de Brotas, não importa que é longe. Lá a gente é bem recebido, lá temos mais atenção e já fomos muito humilhados por Barra”, conta Juraci, que destaca o papel de Brotas no apoio ao cultivo da mandioca que sustenta toda a comunidade.

Bom filho à casa torna

Para a prefeitura de Brotas existe mais outra razão para essa tendência de aumento. É o retorno dos seus filhos pródigos que já vem acontecendo desde 2010. “Acreditamos que há um retorno de pessoas que estavam em grandes centros para cidades menores. E Brotas tem recebido de volta muitos filhos que, antes, tinham ido trabalhar em São Paulo, Goiânia e outras capitais, e voltaram a se fixar por aqui”, escreve.

E os impactos desses anos de retorno é notável na cidade pelo número de novas casas que estão impulsionando a construção civil por lá e, em paralelo, aumentando até o número de ruas que estão distribuídas pela área urbana de Brotas, conforme a prefeitura.

Chapada News com texto base do Correios 24 Horas

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Lençóis: Cidade firma TAC para garantir conservação do Parque Municipal da Muritiba-Serrano

O município de Lençóis, na Chapada Diamantina, firmou, junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), …