segunda-feira ,26 fevereiro 2024
[adsanity_group align='alignnone' num_ads=1 num_columns=1 group_ids=309]
Página Inicial / Economia / CHAPADA: Região de Irecê e Chapada Diamantina retorna ao cenário de alta produção de mamona

CHAPADA: Região de Irecê e Chapada Diamantina retorna ao cenário de alta produção de mamona

FOTO: Divulgação

Dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indicam que o celeiro de grãos na Bahia deve crescer 8,5% na safra 2022/23, atingindo 13,1 milhões de toneladas. Se confirmada essa previsão, o ramo registrará novo recorde. A novidade neste ano é o cultivo da mamona em larga escala, com expansão de 18,2% após revitalização de áreas na região de Irecê e Chapada Diamantina.

“O setor de grãos, puxado pelo que se colhe no Oeste, é o nosso carro-chefe, gerando emprego, renda, arrecadação. Também vemos outras regiões, como de Irecê, que retornam ao cenário de alta produção de grãos e isso demonstra a capacidade e a diversidade produtiva de nossa Bahia”, comenta o secretário Wallison Tum.

O plantio de soja foi facilitado pelas chuvas, que favoreceram as áreas mais tardias que ainda estavam em enchimento de grãos no início do mês. Os dias de sol foram adequados para o avanço da colheita da soja, que atingiu cerca de 60% da área plantada. Na cultura do feijão, o crescimento, ainda segundo dados da Conab, será equivalente a 11,1%, resultado bastante animador para essa primeira safra de feijão no estado.

Fonte: Do site Bahia.ba

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

União dos Munícipios da Bahia promove estratégias para alavancar a agropecuária em Mucugê

Com o intuito de fortalecer a gestão das secretarias de agricultura dos municípios baianos através …

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]