sábado ,31 outubro 2020
Página Inicial / Política / Dona de casa e servidora pública são ocupações mais recorrentes entre candidatas na Bahia

Dona de casa e servidora pública são ocupações mais recorrentes entre candidatas na Bahia

Dona de casa, servidora pública municipal e professora são as ocupações mais frenquentes entre as 13.399 mulheres com candidatura registrada para as eleições 2020 na Bahia, de acordo com o registro de candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Juntas, equivalem às ocupações registradas por 3.233 candidatas ao Executivo e ao Legislativo. São 1.191 donas de casa, 1.033 servidoras públicas e 1.009 professoras do ensino fundamental e médio. 
Considerando o ranking 10 de ocupação entre as mulheres, ainda se destacam agricultoras (968), comerciantes (618), estudantes/estagiário/bolsista e assemelhados (372), aposentada (339), técnica de enfermagem (318), vereadora (300) e empresária (286). 

Já entre as candidaturas masculinas, as três principais ocupações são agricultor (2.885), vereador (2.205) e comerciante (1.899). Entre as 10 mais recorrentes ainda aparecem servidor público municipal (1.677), empresário (1.351), trabalhador rural (657), aposentado (656), motorista particular (643), advogado (466) e administrador (465). 

De acordo com TSE, outras 28 descrições de ocupações possuem apenas uma mulher como candidata. O grupo integra, entre outras opções, bombeiro militar, coveiro, serralheiro, técnico em obras civis, leiturista, metalúrgico e trabalhador da construção civil.  

Há ainda 44 ocupações que possuem pelo menos um homem, mas são marcadas pela inexistência de candidatas femininas. Dentre estas estão cientista político, detetive particular, zootecnista, salva-vidas, membro das forças armadas e geógrafo. 

Por outro lado, são apenas seis as ocupações em que há inexistência de candidaturas masculinas e pelo menos uma candidatura feminina. São elas: manicure e maquilador, comandante de embarcações, estatístico, oceanógrafo, técnico de biologia e trabalhador de tratamento de fumo e de fabricação de cigarro. 

REPRESENTAÇÃO FEMININA NAS ELEIÇÕES 2020

Conforme apurado pelo Bahia Notícias, o número de mulheres em disputa na campanha municial deste ano praticamente triplicou em 20 anos. Dados do TSE apontam que a participação feminina saltou de 4.888 em 2020 para 13.233 neste 2020. 

Outro aspecto também já destacado pelo BN é o crescimento do número de candidaturas femininas que se autodeclaram pretas e partas, ao passo que se verifica uma diminuição no total de candidatas brancas, se comparadas as eleições de 2016 e 2020. 

Em relação aos municípios baianos, Jitaúna, no território de identidade Médio Rio de Contas, é a única em que o percentual de mulheres é maior que o de homens concorrendo à cadeiras na Câmara Municipal. Outro destaque feito pelo BN é sobre os municípios de Serra Dourada e Licínio de Almeida, os quais possuem a menor porcentagem de mulheres em disputa nestas eleições.   Com informações do Bahia Noticias.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Limite máximo de pessoas permitidas em eventos na Bahia é ampliado de 100 para 200

O limite máximo de pessoas permitidas em eventos na Bahia foi ampliado de 100 para …