segunda-feira ,28 novembro 2022
Página Inicial / Economia / ELEIÇÕES: MP-BA e MPT emitem nota pública contra assédio eleitoral no trabalho

ELEIÇÕES: MP-BA e MPT emitem nota pública contra assédio eleitoral no trabalho

Não devem ser criados quaisquer impedimentos ou embaraços para que os empregados possam comparecer à votação

O Ministério Público da Bahia (MPBA) e o Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT) emitiram, nesta segunda-feira (24), uma nota pública em conjunto contra a prática ilegal de assédio eleitoral de trabalhadores.

O documento é assinado pela procuradora-geral de Justiça da Bahia Norma Cavalcanti e pela procuradora Rita Mantovaneli, coordenadora Regional de Promoção da Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho da Procuradoria Regional do Trabalho da 5ª Região.

Na nota, os órgãos afirmam que “ameaças a empregados para que votem ou deixem de votar em qualquer candidato, bem como para que participem de manifestações político-partidárias, podem configurar assédio eleitoral e abuso do poder econômico pelo empregador, gerando a responsabilização, na esfera trabalhista e eleitoral, dos envolvidos”.

O documento aponta que dar ou prometer vantagens em troca de voto, ameaçar ou coagir para influenciar o voto são crimes eleitorais, previstos nos artigos 299 e 301 do Código Eleitoral.

“Não devem ser criados quaisquer impedimentos ou embaraços para que os empregados possam comparecer à votação”, diz a nota.

O MPBA e o MPT  destacam ainda que o voto é secreto e é direito fundamental de todos os cidadãos. Também são oferecidos os canais de denúncias de cada autarquia, que podem ser realizadas pelos canais mpt.mp.br atendimento.mpba.mp.br.

Confira a nota completa acessando este link.

Chapada News

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

BAHIA: Estado é condenado a indenizar mulher de detento morto em capotamento de viatura

Uma mulher será indenizada em R$ 100 mil pelo Estado da Bahia pela morte do …