segunda-feira ,4 março 2024
[adsanity_group align='alignnone' num_ads=1 num_columns=1 group_ids=309]
Página Inicial / Brasil / Esporte: Justiça nega pedido da CBF para adiar julgamento que pode afastar Ednaldo Rodrigues da presidência.

Esporte: Justiça nega pedido da CBF para adiar julgamento que pode afastar Ednaldo Rodrigues da presidência.

A Justiça do Rio de Janeiro negou o pedido da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), nesta segunda-feira (4), para adiar o julgamento que pode tirar Ednaldo Rodrigues do comando da entidade. A sessão segue na quinta-feira (7). As informações são do colunista Lauro Jardim, de O Globo.

A disputa de poder dura há um mês e incendeia a entidade. O desembargador Gabriel Zefiro, da 21ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), foi o responsável pela decisão.

Segundo a publicação, Rafael Barroso Fontelles justificou o pedido devido ao fato de ter assumido o caso como advogado da CBF recentemente, próximo da data do julgamento.

A coluna revela a justificativa de Zefiro ao não acolhe a solicitação: “Prossiga-se em julgamento, considerando que o substabelecimento foi outorgado com reservas e há tempo hábil para a preparação no novo patrono em relação ao julgamento presencial”.

A ação foi movida na época do ex-presidente Rogério Caboclo e questiona os critérios da eleição da CBF, o peso dos votos, proporcionalmente maior para as federações, em desacordo com a Lei Pelé. A ação foi movida pelo Ministério Público, em 2018. Se o recurso for aceito e a eleição de Caboclo for considerada ilegal, Ednaldo teria de sair pois cumpre o restante do mandato do antecessor.

Com informações do BNews

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Bebê é mordido em várias partes do corpo dentro de creche, diz família

A Creche Esperança, localizada no bairro de Irajá, na Zona Norte da cidade de Rio …

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]