quarta-feira ,30 novembro 2022
Página Inicial / Esporte / ESPORTES: Com mensagem em defesa do hidrogênio verde, baiana vence meia maratona na Alemanha

ESPORTES: Com mensagem em defesa do hidrogênio verde, baiana vence meia maratona na Alemanha


Atleta baiana Núbia de Oliveira | FOTO: Divulgação |

A atleta baiana Núbia de Oliveira, moradora de Jaguarari, foi campeã da meia maratona de Essen, na Alemanha, no último sábado (19). Integrante da Seleção Brasileira de Atletismo, Núbia deu início a uma turnê internacional após ser anunciada como Embaixadora da Quinto Energy para o Clima, Esporte e Inclusão Social.

Mais do que o seu desempenho esportivo, Núbia surpreendeu pelo ativismo ambiental. Ao cruzar a linha de chegada em primeiro lugar, ela estendeu uma bandeira trazendo uma mensagem com apelo em defesa das energias renováveis.

O texto – ‘Running to bring from Brazil the green energy the world needs. #H2V Now’ – anunciava a motivação da sua ida à Alemanha. Ela afirmou que estava correndo para levar do Brasil a energia verde que o mundo precisa, que é o hidrogênio verde, o combustível que é a solução mundial para combater o aquecimento global.

A cada corrida ela levará mensagens em defesa da transição energética, evidenciando o papel das renováveis no combate aos efeitos da crise climática.

A cidade de Essen foi escolhida por uma comissão da Quinto Energy pelo simbolismo ambiental do município alemão que fica no Vale do Ruhr, na Renânia do Norte-Vestfália. Essen tinha uma das maiores minas de carvão do mundo e era conhecida como “coração cinzento” da Alemanha, e depois passou por uma verdadeira transição ambiental, chegando a ser eleita em 2017 como a “Capital Verde” da Europa.

No meio energético brasileiro, essa turnê esportiva de Núbia está sendo considerada como o primeiro sinal da energia verde do Brasil que chega à Alemanha, diante das tratativas da Quinto Energy com os alemães para exportação de hidrogênio verde.

Sobre Núbia
Núbia de Oliveira tem 23 anos e vive na cidade de Jaguarari, localizada no sertão da Bahia. Região pobre, castigada pela seca e pelos efeitos das mudanças climáticas. É nesta cidade onde está sendo desenvolvido o projeto Manacá, um complexo híbrido de parques eólicos e solares, que é considerado o maior do Brasil e o segundo maior do planeta. É um dos parques da empresa que vão gerar a energia elétrica para a produção de 1 milhão de toneladas de hidrogênio verde por ano. Chapada News com informações da assessoria.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

COPA: Primeira zebra da Copa! Arábia Saudita surpreende e vence Argentina na estreia

A zebra deu as caras no terceiro dia de Copa do Mundo do Catar. Na …