sábado ,28 novembro 2020
Página Inicial / Economia / Festejos de São João não irão acontecer nas cidades da Chapada Diamantina.

Festejos de São João não irão acontecer nas cidades da Chapada Diamantina.

Em documento conjunto, assinado neste final de semana, por 15 dos 20 prefeitos que compõem o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Circuito do Diamante da Chapada Diamantina – CIDCD – Chapada Forte, ficou decidido o cancelamento de quaisquer festejos juninos, aniversário de cidade, festa de padroeira, festivais e similares. A medida é mais uma ação em decorrência do novo coronavírus, cuja doença, COVID-19, foi classificada como pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em contato com a reportagem do Interior Baiano, o presidente do consórcio, João Lúcio Passos Carneiro, que também é prefeito de Andaraí, explicou a decisão. – “Essa é uma recomendação conjunta, que sinaliza a decisão dos gestores. Com isso, a partir de agora, cada município fará sua publicação de decreto em seu próprio Diário Oficial. Seabra, Itaberaba, Ibicoara e Barra da Estiva que integram o nosso consórcio, já se anteciparam, e anteriormente, cancelaram suas festividades”.

Além da própria Andaraí, o prefeito Adenilton dos Santos Meira (Marcionílio Souza), Edval Luz Silva (Abaíra), Helder Lopes Campos (Boa Vista do Tupim), Aurélio Fagundes de Souza (Boninal), Ivan Cláudio Almeida (Ibiquera), Edimario Guilherme de Novais (Iraquara), Valdes Brito de Souza (Itaetê), Marcos Souza Mota (Lajedinho), Marcos Airton Alves de Araújo (Lençóis), Cláudio Manoel Luiz Silva (Mucugê), Guilma Rita de Cássia Gottschall da Silva Soares (Nova Redenção), Ricardo Oliveira Guimarães (Palmeiras), Edwilson Oliveira Marques (Piatã) e Elter Silva Bastos (Wagner) participam do documento. Segundo o Presidente do Consórcio, João Lúcio, apenas o município de Ibitiara não se manifestou.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Seabra: Médicos do Hospital da Chapada em Seabra pedem demissão coletiva

Por Aurélio Nunes, especial para o bahia.ba Com salários atrasados desde agosto, onze médicos que trabalham …