segunda-feira ,6 fevereiro 2023
Página Inicial / Esporte / Guardiola elogia legado de Pelé, mas diz: ‘Messi é meu favorito’

Guardiola elogia legado de Pelé, mas diz: ‘Messi é meu favorito’

Pep Guardiola nunca escondeu o carinho pelo futebol brasileiro e vem tendo seu nome constantemente ligado à seleção como substituto de Tite, que deixou o comando da equipe após a eliminação para a Croácia na Copa do Mundo. Em coletiva de imprensa, o treinador do Manchester City não pôde se esquivar de questionamentos sobre Pelé.

Ele enalteceu o Rei e despachou comparações entre passado e futuro. “Eu não me lembro claramente, devo admitir (de ter visto Pelé jogar). Naquela época não existiam redes sociais. Meus pais tinham apenas uma televisão com dois canais, então era difícil. Eu tive o primeiro contato quando ainda criança, estava na base do Barcelona. Havia um fisioterapeuta que era apaixonado pelo Brasil, sempre falava da seleção brasileira e de Pelé. Depois, quando eu tinha algo em torno de nove, dez anos, comecei a assistir alguns vídeos”, disse.

“Agora, com acesso a tantas imagens, eu entendo o quanto ele era forte e podia fazer de tudo. Algumas pessoas falam que naquela época o ritmo era completamente diferente, que havia muito mais espaços. Se jogassem hoje, os jogadores se adaptariam ao ritmo e aos espaços facilmente porque eram muito bons. Esse nível de jogador controla o jogo, é muito intuitivo, habilidoso, tem muita força mental e tudo mais”, completou.

Guardiola afirmou que Pelé é considerado o melhor do mundo para muitas pessoas, mas não conseguiu esconder a preferência por Lionel Messi, com quem conquistou inúmeros títulos pelo Barcelona. O argentino subiu ainda mais de patamar ao levar a Argentina ao título da Copa do Mundo no Catar.

“Para quem viu Pelé, para os brasileiros, imagino, Pelé é o maior de todos os tempos. Eu entendo. Para os argentinos é Di Stéfano, Maradona, Messi. Cada um tem a própria opinião. Isso é bom, não significa que um é melhor que o outro. Eu sempre digo que Messi é o meu favorito porque estive com ele, e o que ele tem feito em 15, 16, 17 anos, é algo muito inesperado. Marcando 40 gols a cada temporada e ganhando tudo”, afirmou.

“Eu entendo as pessoas que escolhem outros, qual o problema? A certeza é que todos eles deram uma contribuição incrível para o mundo do futebol. Quantas emoções eles deram para as pessoas?”, perguntou.

Guardiola ressaltou também que o legado de Pelé nunca será apagado. “Eu acho que, quando ele surgiu, era uma grande novidade. Eu não era nascido quando ele jogava, mas é como um grande filme. O legado vai durar por muitos anos. Se você fala sobre um bom filme, um bom livro por muitos, muitos anos, é porque você é muito bom. Esses tipos de jogadores são eternos. Eles fizeram muitas coisas por muitos, muitos anos. E esses jogadores fazem nosso trabalho, um lugar melhor”.

O treinador estará no comando do Manchester City neste sábado, às 12h (horário de Brasília), na partida frente ao Everton, no City of Manchester Stadium, pela 17ª rodada do Campeonato Inglês Atualmente, a equipe de Pep ocupa a segunda posição, com 35 pontos, cinco a menos do que o líder Arsenal. (O Correio)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Mulher diz à juíza que não quer indenização de Daniel Alves: ‘minha família tem dinheiro’

A mulher espanhola de 23 anos que acusa Daniel Alves de agressão sexual se recusou …