segunda-feira ,15 agosto 2022
Página Inicial / Polícia / Homem é preso em Goiás por transmitir HIV sem alertar parceiras

Homem é preso em Goiás por transmitir HIV sem alertar parceiras

Três mulheres testaram positivo para o vírus HIV depois de terem tido relações sexuais sem o uso de preservativo e com o mesmo homem em Pontalina, Goiás. Além delas, outras três procuraram a polícia para denunciar Leovaldo Francisco da Silva. Ele foi preso, nesta segunda-feira (21), por suspeita de transmitir o vírus para parceiras e namoradas de forma deliberada, sem avisá-las que havia contraído a doença.

Leovaldo é um servidor público da prefeitura da cidade, exerce a função de vigilante e teve a imagem divulgada pela polícia para auxiliar na descoberta de novas vítimas. Ele transmite o vírus desde 2019, pelo menos.

Segundo o delegado do caso, Leylton, há dois anos, o vigilante já havia se relacionado com uma pessoa soropositiva e sabia disso. Mas seguiu com a vida sexual normalmente, sem se prevenir, ou avisar as mulheres com quem ele se relacionava.

Publicidade

Vítimas
As vítimas começaram a procurar a delegacia há cerca de 15 dias. Uma das mulheres teve um relacionamento amoroso com o vigilante e decidiu fazer o exame de HIV, após o término da relação e por ter sido alertada por pessoas da cidade. A partir daí, outras mulheres se encorajaram e procuraram a polícia.

A prisão decretada pela Justiça foi de caráter preventivo e o homem foi conduzido para a unidade prisional da cidade. Até o momento, o crime imputado a ele é de lesão corporal gravíssima.

Correio

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Luís Eduardo Magalhães: Homem é morto a tiros enquanto jogava sinuca em bar

Um homem foi morto a tiros na noite desta sexta-feira (12), enquanto jogava sinuca em …