[adsanity_group align='alignnone' num_ads=1 num_columns=1 group_ids=309]
Página Inicial / Notícias / IBITIARA: Hospital de Ibitiara enfrente dificuldades e pode fechar; grupo de moradores assume a administração e pede ajuda do Poder Público e da sociedade; veja vídeo

IBITIARA: Hospital de Ibitiara enfrente dificuldades e pode fechar; grupo de moradores assume a administração e pede ajuda do Poder Público e da sociedade; veja vídeo

Hospital PAdre Aldo Copploa | FOTO: Divulgação

O Hospital Padre Aldo Coppola, situado na cidade de Ibitiara, na Chapada Diamantina, fundado em 1984 pelo Padre Aldo, filantrópico e sem fins lucrativos, com atendimento gratuito à população de Ibitiara e Novo Horizonte há quase 40 anos, vem enfrentando dificuldades em manter suas portas abertas e continuar salvando vidas.

Sempre administrado pela Igreja Católica, atualmente, a mesma sugeriu fechar, uma vez que não consegue mais manter seu funcionamento.

A Unidade Hospitalar é a única da região, atende a população de Ibitiara, Novo Horizonte e parte da população da comunidade rural de São Lourenço, que pertence à Seabra, parte de Cocal, de Oliveira dos Brejinhos, de Ibipitanga, e inclusive pessoas que trafegam pela BR-242. É de suma importância para a região, um ponto de apoio que salva vidas.

Preocupados com o fechamento do Hospital alguns moradores decidiram montar um grupo e ficar à frente da administração. O  Ibitiarense e Novo Horizontino Wendel Rodrigues, um advogado apaixonado pelas duas cidades, explicou ao Jornal do Meio-Dia, da Rádio Nova Web Seabra, nesta sexta-feria (2), que hoje o grupo luta para conseguir arrecadar fundos e também fazer com que o Poder Público de Ibitiara e Novo Horizonte consiga aprovar uma cota financeira mensal, que somados aos R$ 97.000,00 advindos do SUS e com a ajuda da sociedade, possam manter o Hospital funcionando gratuitamente à toda população.

Wendel ainda explica que as dívidas do Hospital com fornecedores estão em torno de R$ 300.000,00. Além de outras dívidas que são negociáveis e que se pagam parceladamente. Ele acredita que uma receita mensal de R$ 180.000,00 daria, com folga, para manter a Unidade funcionando. Acompanhe entrevista completa no nosso canal Youtube e no vídeo abaixo.

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Chapada: Detento suspeito de orquestrar ataques contra rivais na Chapada Diamantina é transferido para presídio federal

Um detento do Conjunto Penal Masculino de Salvador foi transferido na manhã desta quinta-feira (29), para um …

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]