Página Inicial / Justiça / Justiça da Bahia proíbe Maiara e Maraisa de usar a marca “As Patroas”

Justiça da Bahia proíbe Maiara e Maraisa de usar a marca “As Patroas”

O juiz substituto Argemiro de Azevedo Dutra, da 2ª Vara Empresarial de Salvador, proibiu a dupla Maiara e Maraísa e o escritório WorkShow, que cuida da carreira das sertanejas de usar a marca “A Patroa”, seja no singular ou plural.

Se a marca for usada em publicidades, eventos, por meio físico ou virtual, a dupla receberá uma multa de R$ 100 mil por utilização. A decisão foi proferida no dia 8 de junho, segundo o site Splash, do Uol.

Publicidade

A determinação ocorreu após a cantora baiana Daisy Soares ter sido reconhecida como proprietária da marca. Ela denunciou o uso indevido pelas sertanejas e explicou ter a mesma proposta artística das cantoras nacionalmente conhecidas, levantando a bandeira da defesa do poder feminino e conquistas da mulher. (Metro 1)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Thiago Aquino cobra multa milionária de policial que geria sua carreira; entenda

A Loja Produções, empresa responsável pela carreira do cantor Thiago Aquino, emitiu uma nota a …