quarta-feira ,18 maio 2022
Página Inicial / Acidente / Justiça dá liberdade provisória à motorista bêbado que matou três pessoas em Jacobina

Justiça dá liberdade provisória à motorista bêbado que matou três pessoas em Jacobina

Foto: Correio

A Justiça concedeu, nesta sexta-feira (18), liberdade provisória ao motorista Petrônio Silva Souza, preso após dirigir alcoolizado e matar três pessoas em Jacobina, cidade do norte da Bahia. O homem estava encarcerado em um presídio de Juazeiro, mas ainda não há informações sobre se ele deixou o local. Para ser liberado, o servidor público aposentado deverá pagar uma fiança de R$ 60 mil.

O caso aconteceu no dia 24 de dezembro, na véspera do Natal. Luís Carlos de Jesus Silva, de 33 anos, Marcelo Messias da Costa Silva, de 34, e Roque Ferreira da Silva, de 70, eram clientes da loja Verdes Mares e estavam comprando materiais de construção, quando Petrônio perdeu o controle da caminhonete que conduzia, em alta velocidade, e invadiu a loja.

De acordo com o G1, Justiça suspendeu a carteira de habilitação e decretou que Petrônio não poderá se ausentar da comarca por mais de 15 dias e dirigir veículos automotores. Além disso, durante a audiência de custódia, ficou decidido que o ele deverá comparecer todos os meses no cartório criminal para justificar as atividades, além de pagar uma fiança de R$ 60 mil.

Publicidade

Petrônio foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) pelo crime de homicídio doloso, quando a pessoa tem intenção de matar. Na última semana, o motorista teve pedido de habeas corpus negado por cinco desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). Uma nova audiência será marcada pela Justiça, e o acusado pode ir a júri popular.

O caso 
Na véspera de Natal do ano passado, uma caminhonete modelo Dodge Ram, que seguia em alta velocidade, invadiu uma loja de tintas, atingindo clientes e funcionários. Minutos antes do comércio baixar as portas por conta do feriado, Petrônio Souza, um servidor público aposentado da Receita Federal, desceu a ladeira J J Gouveia, no bairro da Missão, em alta velocidade, embriagado, perdeu o controle da direção e invadiu a loja atingindo oito pessoas entre clientes e funcionários.

Uma das vítimas fatais ficou presa embaixo do veículo. Além de atropeladas, as vítimas foram atingidas por escombros, já que parte da estrutura desabou. O local ficou destruído. As outras cinco vítimas que ficaram feridas foram socorridas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

Das oito pessoas atropeladas pelo motorista, três morreram. A picape, uma Dodge Ram 2500, com placa do Espírito Santo, também ficou destruída. Logo após descer do carro, ileso, o motorista embriagado ainda urinou no local do acidente, enquanto as vítimas eram socorridas. Ele foi detido pelos moradores e preso em flagrante pela Polícia Militar.

Na véspera do réveillon, amigos e familiares das vítimas fizeram um protesto pedindo justiça. O grupo percorreu as ruas da cidade, passando por vários bairros, para chamar a atenção do caso. A caminhada terminou no mesmo local onde Petrônio Souza, de 69 anos, destruiu uma loja, atropelou e matou três pessoas. (Correio)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Região de Irecê: Veículo da Secretaria de Saúde do Estado capota e deixa feridos em Barra do Mendes

Um acidente envolvendo uma picape L200 Mitsubishi, da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia …

No Banner to display

Vídeo Destaque

Previsão