sábado ,27 novembro 2021
Página Inicial / Noticias / LENÇÓIS: Moradores reclamam demora da companhia “Azul” em avisar sobre cancelamentos de voos e falta de previsão para retornar operar na cidade

LENÇÓIS: Moradores reclamam demora da companhia “Azul” em avisar sobre cancelamentos de voos e falta de previsão para retornar operar na cidade

A Companhia Azul Linhas Aéreas operava no Aeroporto de Lençóis, na Chapada Diamantina antes da pandemia, portanto com a evolução da doença a Companhia teve os voos suspensos. Em agosto de 2021, a Azul anunciou que voltaria a operar novamente a partir de outubro de 2021, inclusive liberando vendas de passagens aéreas para o aeroporto de Lençóis.

Entretanto, os moradores de Lençóis reclamam que a companhia está cancelando os voos e está demorando em avisar sobre os respectivos cancelamentos e ainda alegam que a empresa afirma não ter previsão de retorno para embarque e desembarque na cidade chapadeira. Existe várias reclamações em site próprio de reclamação na internet sobre os cancelamentos dos voos da Azul em Lençóis e a falta de aviso sobre o ocorrido.

Publicidade

Um usuário relata ter comprado passagem aérea de Lençóis a Campinas em São Paulo para decolagem em 04 de novembro de 2021. Entretanto no dia da viagem, se deslocou do Vale do Capão até o aeroporto de Lençóis, e ao chegar lá o mesmo não estava em operação, havia apenas o segurança que lhe informou que o aeroporto só abrirá em dezembro.

Há outros usuários com a mesma reclamação sobre cancelamentos e o não ressarcimento de despesas que o usuário terá ao se deslocar até Salvador, distante 433 km, em torno de 7 horas de viagem. Tem ainda reclamações de turistas que partiriam de Belo Horizonte para Lençóis e tiveram seus voos também cancelados sem prévio aviso, impactando em todo o pacote turístico.

Foto: Ascom

Uma moradora de Lençóis relata em jornal da região que comprou passagem em setembro saindo de Lençóis com destino a São Paulo, para ela, duas filhas e o marido, mas ouviu relatos de cancelamento dos voos pela companhia. Preocupada ela buscou o atendimento da empresa. Eletronicamente, o voo segue confirmado, por telefone, após três tentativas e esperar mais de 40 minutos, recebeu a informação que o voo não teria como embarcar e desembarcar na cidade de Lençóis e sim, em Salvador.

Segundo essa denunciante, ao contatar a Secretaria de Turismo foi informado que a companhia só retornaria a operar na cidade em 21 de dezembro. No entanto, a companhia Azul lhe afirmou por meio telefônico que não tem um prazo par retornar com as operações, prejudicando também a volta da família para Lençóis, que estava agendada para o dia 2 de janeiro.

A moradora reclama que terá que aumentar seus custos com despesas de ônibus ou carro fretado até Salvador, ficando cerca de 7h dentro de um ônibus com duas crianças, em plena pandemia, além de custos com alimentação e que a companhia não oferecerá nenhum ressarcimento por isso.

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Polícia de Seabra deflagra operação para localizar envolvidos em sequestros. Policiais militares da 29ª são presos.

A Polícia Civil da Bahia, através de intensas intensas investigações realizadas pela 13ªCOORPIN/SEABRA E DRACO, …