Página Inicial / Política / Lídice critica decreto de Guanambi: ‘Fé não pode ser confundida com atos administrativos’

Lídice critica decreto de Guanambi: ‘Fé não pode ser confundida com atos administrativos’

imagem_noticia_5-1

A senadora e presidente do PSB na Bahia, Lídice da Mata, criticou nesta quinta-feira (5) o decreto do prefeito de Guanambi, Jairo Magalhães (PSB), que entregava as chaves da cidade “ao Senhor Jesus Cristo”. A publicação saiu no Diário Oficial de 1º de janeiro.

Segundo o site Bahia Notícias, na visão da senadora, o ato dá margem a interpretações discriminatórias no momento em que a humanidade luta contra a onda de violência inspirada na intolerância religiosa. “A fé é uma decisão de foro íntimo e não pode ser confundida com atos administrativos de interesse público”, avaliou Lídice, que criticou e recomendou a revogação da decisão. O Ministério Público recomendou nesta quarta-feira (4) que o decreto seja revogado pelo prefeito e que Magalhães se abstenha de fazer novas referências a opções ou orientações religiosas quando na edição de atos normativos

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Rui convocou líderes de partidos para debater apropriação da morte de PM por bolsonaristas

Um domingo de sol com temperatura máxima de 31°, como tantos outros em Salvador. Não …

Deixe uma resposta