quarta-feira ,21 fevereiro 2024
[adsanity_group align='alignnone' num_ads=1 num_columns=1 group_ids=309]
Página Inicial / Brasil / Lutador é morto após tentar recuperar moto roubada em comunidade no Rio de Janeiro

Lutador é morto após tentar recuperar moto roubada em comunidade no Rio de Janeiro

O corpo do lutador e professor de MMA, Diego Braga Alves, de 44 anos, foi encontrado pela polícia na noite da segunda-feira (15). Ele estava desaparecido desde a madrugada, quando foi ao Morro do Banco, comunidade no Rio de Janeiro, tentar recuperar sua moto furtada.

A principal hipótese da polícia é que ele foi confundido com um miliciano por traficantes enquanto tentava recuperar a moto.

Homens do Bope e do 31º Batalhão de PM participaram das buscas. O corpo foi achado no Morro do Banco.

De acordo com Gabriel Braga, filho do lutador, o pai passou a manhã inteira tentando achar a moto, que foi levada de dentro do condomínio, e subiu sozinho a comunidade controlada pelo tráfico de drogas.

“ Como estava demorando, os amigos tentaram subir, mas mandaram todos descerem. Agora há pouco, um amigo ligou para tentar liberar o corpo e eles falaram que colocaram o corpo em uma praça. Mas quando chegamos lá, a polícia já estava lá e não deixaram ninguém subir”, afirmou Gabriel.

Diego Braga é dono da academia Tropa Thai, de formação de lutadores, e treina o filho, que luta profissionalmente. As aulas foram canceladas nesta segunda-feira.

Lutador de MMA

Diego Braga foi lutador profissional de Muay Thai e MMA. Começou sua carreira profissional no MMA em 2003 e enfrentou nomes como Charles do Bronx, Miltinho Vieira, Adriano Martins e Iliarde Santos, todos com passagens pelo UFC.

Com informações do BNews

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Audiência pública na Câmara Municipal de Maceió viraliza nas redes sociais após participante inusitado.

Uma audiência pública realizada nesta segunda-feira (19), na Câmara Municipal de Maceió, vem chamando a …

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]