segunda-feira ,4 março 2024
[adsanity_group align='alignnone' num_ads=1 num_columns=1 group_ids=309]
Página Inicial / Entretenimento / Marlene Mattos confronta Xuxa em documentário: ‘Usava você para fazer outras pessoas de marionete’

Marlene Mattos confronta Xuxa em documentário: ‘Usava você para fazer outras pessoas de marionete’

A apresentadora Xuxa Meneghel falou, ao Fantástico deste domingo (9), sobre o documentário “Xuxa, O Documentário” e como foi reencontrar a ex-empresária Marlene Mattos nas filmagens. Em um dos trechos inéditos exibidos pelo programa jornalístico, Marlene confronta a rainha dos baixinhos sobre as acusações que elas trocaram na última década. “Eu acertei muito mais do que errei. O mundo não é isso que você quer que seja”, diz Marlene. “A gente tem que agir de forma realística. Você dizer ser uma marionete na minha mão… Eu usava você para fazer outras pessoas de marionete.” Ainda no documentário, Xuxa se mostra assustada e diz: “Tenho medo de dizer: ‘Que monstro essa mulher'”. “Seus fãs já me veem assim”, rebate a ex-parceira de trabalho. Ao Fantástico, a apresentadora ficou emocionada. “Isso me chocou, essa postura, marcou o documentário demais. Foi profundo, porque mexeu em uma caixinha… não que eu não queria, mas tive que passar por isso.” OUTRAS SURPRESAS “Xuxa, O Documentário” estreia na próxima quinta-feira (13), no Globoplay, e revisita outras polêmicas da vida da apresentadora. “”Vai ter muita coisa, porque foi uma surpresa pra mim, o que vivenciei ali. Vão me descobrir como eu me descobri. Não é para me reverenciar e, sim, mostrar o que passei”, garante Xuxa. Além de Marlene Matos, a loira reencontra o ator Marcelo Ribeiro, na série documental, com quem contracenou em “Amor Estranho Amor”, de 1982. Apesar de ter sido um papel pequeno, Xuxa foi atacada na época pelo longa ter sido acusado de pornografia. “Fiquei bastante mexida com o que ele [Marcelo] falou, de que pessoas fecharam portas pra ele por causa do trabalho que fez comigo.” Outro ponto retratado pelo material, que será divulgado em cinco episódios semanais, é sobre os abusos que Xuxa sofreu no início da carreira. Ela diz que falavam em “garota de programa, a ponto de dar a mão com bolo de dinheiro”. “Assédio era normal, como modelo e mulher, sendo que tava me conhecendo, me descobrindo. Minha cabeça deu um nó. Virei um símbolo sexual sem nunca ter transado”, completa.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Chapada: Filme gravado há 50 anos é restaurado e terá sua reestreia em Mucugê.

Cristais de Sangue (1974) filme dirigido por Luna Alkalay, uma das primeiras mulheres a assumir …

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]