segunda-feira ,6 fevereiro 2023
Página Inicial / Polícia / Monique Medeiros, acusada de matar o filho Henry, volta a ocupar cargo público

Monique Medeiros, acusada de matar o filho Henry, volta a ocupar cargo público

Monique Medeiros, acusada de participar da morte do filho Henry Borel, de apenas quatro anos em março de 2021, voltou a atuar na Secretaria Municipal de Educação da cidade do Rio de Janeiro.

Atualmente, Monique responde pelo crime em liberdade. Segundo a pasta de Educação da cidade, ela estará em função administrativa no almoxarifado da secretaria. A pasta informou que como a servidora foi solta pelo Superior Tribunal de Justiça e ainda não houve sentença condenatória, não há como ela ser afastada e ter sua remuneração suspensa.

A professora estava de licença desde abril de 2021, quando foi presa preventivamente devido à acusação de ter participado da morte de Henry Borel. O menino morreu após ser levado desacordado para o hospital por Monique Medeiros e pelo então marido, Doutor Jairinho. Os dois negam que tenha havido qualquer agressão ao menino.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Barreiras: PRF flagra excesso de poluição em veículo de carga na BR-242

Na manhã desse sábado (04), uma equipe da PRF flagrou um caminhão circulando na rodovia com …