terça-feira ,17 maio 2022
Página Inicial / Educação / MUCUGÊ: Aulas presenciais do município de Mucugê iniciarão nesta segunda-feira (07), após embate entre APLB e Prefeitura

MUCUGÊ: Aulas presenciais do município de Mucugê iniciarão nesta segunda-feira (07), após embate entre APLB e Prefeitura

Os professores da rede municipal da cidade de Mucugê, na Chapada Diamantina, prometeram entrar em estado de mobilização, ou seja, uma paralização das aulas que iniciariam nesta segunda-feira (07), se não fosse informada uma data sobre o pagamento integral do reajuste do piso salarial de 33,24%, conforme nota divulgada pela própria prefeitura nas redes sociais.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Bahia (APLB-Mucugê) tinha notificado à gestão que aguardaria até as 18h da sexta-feira (04) para que informasse à categoria quando seria pago o reajuste do piso salarial. E também o valor retroativo do piso, desde o mês de janeiro.

Segundo a APLB-Mucugê, a resposta da gestão veio com o mesmo conteúdo publicado no Instagram oficial da Prefeitura de Mucugê, quatro horas antes da APLB lançar a publicação da notificação sobre a reinvindicação do reajuste do piso salarial no Instagram. Para o Sindicato, isso significa que eles continuam sem resposta.

“Contudo, a classe fica mais uma vez sem uma resposta coerente com a Lei 11.738/2008. Aguardamos agora, o posicionamento da nossa assessoria jurídica diante dessa “resposta””, publicou o Sindicato em suas redes sociais.

A Prefeitura, em comunicado, nas redes sociais, informou que a gestão não enviou qualquer ofício ao Sindicato afirmando que não estaria cumprindo a Lei Federal 11.738/2008. Afirma que sempre buscou o diálogo para evitar prejuízos. Mas explicou ao povo que não houve sobra de recursos referentes ao índice dos 70% destinados ao pagamento de mão-de-obra e o município atingiu um índice de 78,35%, gerando superávit.

Já em relação ao repasse do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), a prefeitura disse que recebeu um valor menor no mês de fevereiro em comparação com o mês de janeiro. Logo, a prefeitura afirma que além dos pagamentos aos professores, há um complexo de outras despesas com custeios.

No mesmo comunicado, a prefeitura conclamou a retorno dos professores às aulas e informou que será realizada uma audiência pública na terça-feira (8), às 14:00 na Câmara de Vereadores, com ampla participação.

Entretanto, por volta do meio-dia deste sábado (05), a gestão voltou a publicar nota nas redes sociais confirmando o início das aulas nesta segunda-feira (07). Alega que as escolas estão prontas e que aguardam os alunos, professores e funcionários.

O Presidente da APLB, Clésio Aguiar, fez um comunicado neste domingo (06), informando que vão retomar as aulas presenciais do município, nesta segunda-feira (07), em consideração à gestão, que nunca se negou a pagar, então, merece uma segunda chance. E também a categoria deseja ouvir as colocações da prefeitura na audiência marcada para a terça-feira (08).

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Oliveira dos Brejinhos: Bebê nasce dentro de ambulância do SAMU na BR-242

Um bebê nasceu dentro de uma das ambulâncias do SAMU, em Ibotirama, no último domingo …

No Banner to display

Vídeo Destaque

Previsão