quinta-feira ,17 junho 2021
Página Inicial / Saúde / Na Bahia, 91 mil pessoas não voltam para tomar 2ª dose da vacina contra covid

Na Bahia, 91 mil pessoas não voltam para tomar 2ª dose da vacina contra covid

Você tá ansioso para tomar a sua vacina contra a covid? Pois saiba que, na Bahia, mais de 91 mil pessoas já poderiam ter completado seu esquema vacinal, mas não retornaram aos postos de imunização para tomar a segunda dose das vacinas CoronaVac e AstraZeneca, segundo os dados da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Só em Salvador, o número de faltantes é de 21 mil pessoas, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).
A vacina mais preterida pelos baianos é a CoronaVac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan. No total, são 64.550 pessoas que deveriam ter tomado a segunda dose desse imunizante e não retornaram. Já a AstraZeneca, produzida nacionalmente pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), tem 26.759 baianos faltantes no estado. Os ausentes representam 1,3% de todas as doses de vacina recebidas pela Bahia

No total, 6,8 milhões de ampolas foram enviadas ao estado, sendo 3 milhões de Coronavac, que tem um intervalo entre as doses de 28 dias, e 3,6 milhões da AstraZeneca, cujo período entre a primeira dose e o reforço é de 90 dias. A Bahia ainda recebeu outras 200 mil doses da vacina da Pfizer/BioNTech, que começou a ser aplicada no dia 4 de maio e possui intervalo entre as doses de 90 dias, ou seja, ainda não existem baianos que podem tomar a segunda dose.
Mas se você tá de olho na vacina dos 91 mil faltantes, pode ‘tirar seu cavalinho da chuva’. Pelo menos em Salvador, a orientação é de que, enquanto as pessoas não vão tomar a segunda dose, o imunizante deve ficar armazenado à espera do seu ‘dono’. Ainda não está definido por quanto tempo essa vacina poderá ficar guardada. Na capital, 15,6 mil pessoas precisam tomar a segunda dose da CoronoVac e outras 5,2 mil a da AstraZeneca.

“Esse é um problema enfrentado no Brasil interior. Nós temos doses retidas e estamos nos questionando: por quanto tempo? Ainda não existe nenhuma normatização do Ministério da Saúde nesse sentido. Então, não temos respostas e a orientação permanece guardar a vacina”, explica Andréa Salvador.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Chapada: Bonito e Filadélfia já estão vacinando pessoas com mais de 25 anos sem comorbidades contra a Covid-19.

Você já sonhou em morar na Filadélfia? Lá, as pessoas sem comorbidades, com 25 anos …