terça-feira ,29 novembro 2022
Página Inicial / Entretenimento / PALMEIRAS: Após abaixo-assinado contra evento privado no Vale do Capão durante o São João, Produção solta nota de repúdio e mostra benefícios

PALMEIRAS: Após abaixo-assinado contra evento privado no Vale do Capão durante o São João, Produção solta nota de repúdio e mostra benefícios

A realização de um evento no dia 25 de junho, no Vale do Capão, em Palmeiras, na Chapada Diamantina, causou desconforto e acabou gerando um abaixo-assinado on-line, que até o início da noite dessa quarta-feira (18), já estava com 991 assinaturas. No documento, a reclamação cita uma empresa de Arquitetura como organizadora, e que há autorização da prefeitura.

O abaixo-assinado alega ainda que o Festival Chapada Music irá ocorrer no campo de futebol da Vila, numa área residencial, onde vivem idosos, crianças e bebês e isso incomodará a vizinhança e os animais que ficam dentro de área protegida. Reclama também, que a organização não consultou e nem avisou os moradores que vivem ao redor do campo.

No documento também há a reclamação de que o evento irá atrapalhar o São João da comunidade que acontecerá no mesmo dia. Outra reclamação é que o acesso pela Rua do Ouro será perigoso, por conter faixa única para carros, sem acostamento, sem calçada para pedestre, o que coloca em risco a vida de todos.

Em resposta, a Produção do Chapada Music publicou nota de repúdio contra o abaixo-assinado, e diz que o mesmo foi aberto por atitude de uma moradora, em caráter difamatório e leviano, inclusive, ao citar a empresa de Arquitetura como organizadora, quando na verdade, a empresa foi apenas contratada para fazer o projeto.

Na nota, os produtores também esclarecem que o evento será a 800 metros da Vila, sem gerar concorrência com o São João da comunidade, que dura três dias, pois o Festival beneficiará a comunidade atraindo turistas e gerando emprego e renda. O evento ocorrerá em um campo de futebol desativado, que pertence à Associação de Pais da comunidade, que lhes concedeu autorização para a realização da festa, tendo como contrapartida a revitalização do campo de futebol.

Os produtores informam também que para a realização do evento foram feitas diversas reuniões e visitas técnicas no local para obterem o respaldo jurídico da Prefeitura e reuniões com o Presidente da Associação de Pais do Vale do Capão. Também reforçam que é evento é 100% privado, sem verba pública, se referindo a publicações em que diziam que estavam usando dinheiro público.

Os produtores ainda reforçam que o evento é formado por Nativos do Vale do Capão e da Chapada Diamantina e que irão trabalhar pautados na responsabilidade social e ambiental para o progresso sustentável do Vale. Aos que compraram e aos que pretendem comprar ingressos, a Produção alerta que não haverá adiamento, que anteriormente era para acontecer no dia 16 de abril, e foi adiado devido um decreto sobre a Pandemia do Covid-19.

“Não existe a menor possibilidade de um novo adiamento do festival, estamos respaldados juridicamente para realização de um evento consciente de boas energias e democrático”, reforça a Nota.

Os produtores elencam diversos benefícios e contrapartidas que o Festival Chapada Music trará à comunidade de Vale do Capão tais como:

Recuperação dos 800 metros de estrada (Vila x Local do Evento); 10 lixeiras permanentes de Eucalipto tratado para o centro da Comunidade; Biocopos degradáveis que se decompõe 180 dias após descarte; Reciclagem das latas de bebidas comercializadas no evento (Juntamente com o GAP — Grupo Ambientalista de Palmeiras); e Doação da praça de alimentação do evento para arrecadar fundos aos Festejos de São Sebastião (Padroeiro da Comunidade).

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

CHAPADA: Lutador morre durante uma competição em Barra da Estiva

Um atleta, lutador de Muay Thai, identificado como Thiago Pereira, morreu enquanto participava de uma …