Página Inicial / Meio Ambiente / PIATÃ: Estudo diz que operação da mineradora Brazil Iron impacta na degradação dos recursos hídricos do Rio Bebedouro e Riacho do Lameiro, afluentes do Rio de Contas

PIATÃ: Estudo diz que operação da mineradora Brazil Iron impacta na degradação dos recursos hídricos do Rio Bebedouro e Riacho do Lameiro, afluentes do Rio de Contas

Interferências da Brazil Iron no Riacho do Lameiro (Riachão), dificultando o seu curso natural de drenagem.

Um estudo revela os impactos na degradação dos recursos hídricos do Rio Bebedouro e no Riacho do Lameiro, causados pelas operações da mineradora inglesa Brazil Iron, atuante no município de Piatã, na Chapada Diamantina. O Rio do Bebedouro é afluente do Rio de Contas, o Riacho do Lameiro e afluente do Córrego do Mocó, que é afluente do Rio de Contas.

O estudo mostra que há uma supressão e soterramento de vegetação nativa em Área de Preservação Permanente (APP) do Riacho do Lameiro totalizando 3 hectares e interfere diretamente no leito deste curso d’água, inclusive em estrada aberta pela Brazil Iron em cima de sua drenagem (Figura 1), soterrando-a e interferindo em seu curso natural com corte através da estrada.

Já o Rio Bebedouro, conhecido popularmente pela comunidade quilombola da Bocaina de “nascente do Bebedouro”, de suas 8 nascentes, 5 tiveram interferência devido à construção de estradas não pavimentadas pela Brazil Iron próximo e em cima destas nascentes, e a principal nascente, está com vegetação suprimida e soterrada com o rejeito da mineração da Brazil Iron.

Pequeno barramento onde era captada água para agricultura familiar de subsistência assoreado totalmente pelo rejeito.

Segundo o estudo, a Brazil Iron informa à comunidade que vai retirar o rejeito do leito do Córrego do Bebedouro, e que fizeram um barramento para que a água da chuva não leve o rejeito novamente para o Bebedouro, mas a comunidade se preocupa por não saber a engenharia usada e se o barramento é seguro. Temem que possa romper e uma tragédia como a Mariana (2015) e a de Brumadinho (2019), ambos em Minas Gerais, possa ocorrer na região. Estudo completo em: https://chapadanews.tiny.us/3cue3a7z

Rejeito de minério em cima da nascente do Bebedouro

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

CHAPADA: Família de paciente de Seabra, internado em estado grave em Iraquara, clama por urgência na Regulação do SUS.

A família de Jardel Noroel Mendes, de 35 anos, morador da cidade de Seabra, pede …