terça-feira ,16 agosto 2022
Página Inicial / Entretenimento / PodCast: O cantor, compositor e humorista Denis Robson, foi o convidado do nosso PodCast da Chapada. Quantas histórias…

PodCast: O cantor, compositor e humorista Denis Robson, foi o convidado do nosso PodCast da Chapada. Quantas histórias…

Neste sábado (23), o PodCast da Chapada foi com o músico, cantor e compositor Denis Robson. Ele é engraçado e descontraído, e o papo não poderia começar de uma maneira diferente. Logo de cara ele foi falando o porquê do seu nome. Um dia, sua mãe estava ouvindo o rádio e:  “deu umas chuviscadas” enquanto tocava um sertanejo e ela ouviu o nome de uma dupla que ela entendeu como Denis Robson, e resolveu colocar esse nome no filho que estava esperando. O nome que o pai queria era Melkezédeque, porém ela não queria e ficou Denis Robson mesmo. O mais engraçado é que anos depois o cantor descobriu que o nome da dupla era: Denis e Jobson.

Denis é natural de Duas Passagens, que fica entre os povoados de Baraúnas e Velame, zonas rurais do município de Seabra, na Chapada Diamantina, onde cresceu ouvindo e cantando as músicas que tocavam no rádio a pilhas dos pais, momento em que copiava trechos delas. Viveu sua infância na roça trabalhando, começou  trabalhar na lavoura de fumo aos 8 anos e aos 13 anos mudou-se para a cidade de Seabra.

Gostava tanto da roça que não queria se mudar para Seabra, mas ao chegar na cidade teve contato com um primo, o Léo, e foi aprendendo a cantar enquanto escrevia algumas melodias. Aproveitando o tempo vago na escola também compunha com Ioia Brandão.

Denis conta que para comprar seu primeiro violão elétrico, foi necessário fazer uma roça de fumo e com a aquisição foi possível começar a tocar profissionalmente, teve uma banda, passou pelas dificuldades de gastar mais do que o cachê para puder tocar, para se tornar conhecido.

Mudando de assunto, ele começa a falar do Denis Robson humorista, que surgiu de uma “gaiatisse” no grupo da família e se espalhou pela cidade, com as pessoas elogiando a imitação, mesmo sem saber quem tinha gravado o áudio. Aí com três dias o áudio pegou uma pitada de piada maldosa, como se tirasse sarro do pessoal do povoado do Cascudo, onde ele teve que se pronunciar, e seu pronunciamento foi em um evento na Igreja do povoado.

Nesse primeiro áudio ele narrou um assalto no povoado do Velame, carregando no sotaque cantado do povo da região, com o seguinte texto: “Macho véi, passa o dinhero que é assalto, a belezurona das nota cem, as belezurona. E anda logo, ligero que nóis tem que vira as bola de fumo (e imita uma moto)…”.

E foi aí que ele começou a gravar com Jagatá (que era do mesmo povoado que ele) e publicar no Facebook. O entrevistado ainda diz que esses vídeos de improviso o seduzem mais que a música, que as ideias vinham do nada e eles gravam.

Seu primeiro vídeo clipe foi o BR 242, que retratava a Chapada, e que não seria o principal, mas sim, a Música Mundo Cinza (parceria com Ioia Brandão), ambos podem ser conferidos no vídeo do podcast. Em seus planos para o futuro, Robson pretende dar continuidade a esses trabalhos, lançando uma música por mês, sendo que já tem seis em estúdio para serem lançadas em breve.

O entrevistado ainda explica como registrar sua música autoral de forma gratuita, diz que dá um pouco de trabalho mas que vale a pena, um dos passos é registrar a letra na ABRAMOS e depois buscar uma agregadora para distribuir sua música com letra e melodia.

O que é o PodCast da Chapada:

O quadro PodCast da Chapada convida pessoas legais, importantes, engraçadas, ou que têm uma história de vida ou momentânea legal e que queira compartilhar com mais pessoas. Isso pode ser feito aqui em nossos estúdios ou por vídeo chamada, de qualquer lugar do mundo. Tem alguém que conheça, pra bater um papo com a gente? É só nós avisar…

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Seabra: Dirigindo em alta velocidade e sob efeito de álcool, caminhoneiro é preso pela Policia Rodoviária Federal

A Polícia Rodoviária Federal flagrou na noite deste domingo (14) o condutor de uma carreta …