quarta-feira ,20 outubro 2021
Página Inicial / Noticias / Prefeito é detido após confrontar PMs por prisão de motorista durante festa na pandemia

Prefeito é detido após confrontar PMs por prisão de motorista durante festa na pandemia

O prefeito da cidade baiana de São Gonçalo dos Campos, Tarcísio Pedreira (SD), foi detido por desacato após uma confusão durante o Forró Itinerante, na manhã desta quinta-feira (24). Ele foi levado por policiais militares ao complexo policial de Feira de Santana. O caso ocorreu no bairro Murilo Leite. A reportagem não conseguiu contato com a assessoria da prefeitura.
A confusão, que começou nesta madrugada e seguiu até por volta das 10h, foi iniciada após a prisão de um homem que estava sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e conduzia o minitrio que circulava pela cidade durante os festejos do Município.
Parte da confusão foi transmitida por meio de live no perfil oficial do prefeito no Instagram. Na ocasião, um policial militar tentou por diversas vezes negociar o fim da confusão com o gestor, que se mostrava reticente. O policial chegou a pedir para que os carros que impediam a saída das viaturas deixassem o local, mas os aliados do gestor se negaram.

Ainda na oportunidade, o gestor municipal chegou a dar voz de prisão aos militares por ter detido o homem. “Aqui, hierarquicamente, eu estou acima do senhor. O senhor está cometendo uma ilegalidade porque ele está trabalhando”, disse o prefeito.
Em outro momento, Tarcísio disse para um dos policiais que o governador Rui Costa (PT) “não está com o senhor. Se ele estivesse, estaria aqui”. Na live, o prefeito ainda acusou os policiais de agredirem verbalmente um guarda municipal. “Mandou o guarda tomar no c*. Chamou de filho da p***. Ele também está trabalhando”.

Uma outra confusão entre o prefeito e os policiais militares foi registrada na terça-feira (22), durante a mesma festa, o Forró Itinerante, que contava com um mini trio pelas ruas da cidade.
De acordo com o comandante da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar (67ª CIPM), Major Lobão, a prefeitura havia solicitado apoio da PM, mas por causa do atual decreto do Governo do Estado que proíbe festejos juninos durante a pandemia para conter o avanço da covid-19, o apoio não foi confirmado.
Ainda de acordo com o Major Lobão, apesar do decreto estadual, a prefeitura confirmou que faria a festa. Por isso, a PM teve que intervir para acabar com o festejo. Com informações do site Bocão News.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

PIATÃ: Mutirão de castração de centenas de animais ocorreu, com sucesso, no Canil Cão Sem Dono, na cidade

Mais um mutirão de castração de cachorros e cadelas foi concluído com sucesso na cidade …