segunda-feira ,18 outubro 2021
Página Inicial / Economia / Região: Livramento de Nossa Senhora está entre os cinco maiores produtores de manga do Brasil

Região: Livramento de Nossa Senhora está entre os cinco maiores produtores de manga do Brasil

O município de Livramento de Nossa Senhora, que faz divisa com Rio de Contas na Chapada Diamantina, está entre as cinco cidades com maior produção de manga no Brasil, conforme pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM), do IBGE. A pesquisa indica que a Bahia possui três municípios entre as cinco cidades com maior produção de manga no país: Juazeiro (2º), Casa Nova (3º) e Livramento de Nossa Senhora (5º).

Livramento de Nossa Senhora passou da sétima para a quinta colocação entre os municípios brasileiros com maior produção de manga, uma boa notícia trazida pela PAM, que teve resultados positivos na Bahia entre 2019-2020, tanto na quantidade produzida quanto no valor gerado

Juazeiro ocupa o segundo lugar em valor de produção frutífera no Brasil, também é o segundo, na comparação nacional, no tangente à produção de manga e apresentou um crescimento na produção de 1,3%, chegando a um total de 181.716 toneladas.

Casa Nova registrou um crescimento de 4,7% no valor gerado pela manga, chegando a R$ 155,1 milhões em 2020. Porém, a produção em volume teve queda de 6,1%, chegando a 107 mil toneladas. Ainda assim, Casa Nova permaneceu, em 2020, como o terceiro maior município produtor de manga de todo o Brasil.

“A manga da Bahia vem ganhando mercados nacionais e internacionais. É uma fruta muito conhecida e apreciada em nosso estado, e seu consumo vem alargando fronteiras, inclusive ganhando mercado internacional. A Seagro acompanha há muito toda essa escalada de produção, contribuindo para o crescimento do plantio e da produção não somente dessa, como também de outras frutas por todo o estado”, afirma o secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura, João Carlos Oliveira.

PAM
A pesquisa da Produção Agrícola Municipal faz o levantamento a partir da coleta de dados sobre 66 produtos em todos os municípios do país. Para isso, o IBGE se utiliza de fontes secundárias de informação (associações de produtores, órgãos públicos e entidades ligadas à agricultura, dentre outros). Dos 66 produtos investigados, 45 são cultivados na Bahia e 38 deles (84,44%) apresentaram crescimento no valor de produção entre 2019 e 2020. A performance fez a participação da Bahia subir no valor total gerado pela agricultura brasileira, saindo de 5,4% (2019) para 5,8% (2020).

No recorte da fruticultura, o estudo demonstra que o setor em 2020, na Bahia, atingiu a segunda maior marca histórica no tangente ao valor de produção, somando R$ 3,5 bilhões, o que representa acréscimo de 11,7% com relação a 2019.

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

CHAPADA: Chapada Diamantina tem o primeiro Winemakers do Norte Nordeste em Morro do Chapéu

A Bahia ganha mais um atrativo. Começa neste outubro a primeira Edição do Projeto Winemakers …