quinta-feira ,27 janeiro 2022
Página Inicial / Acidente / SEABRA: Cães ferozes na rua Jorge Alves de Oliviera, no Tamboril, estão atacando pessoas e animais menores; moradores pedem socorro!

SEABRA: Cães ferozes na rua Jorge Alves de Oliviera, no Tamboril, estão atacando pessoas e animais menores; moradores pedem socorro!

Foto: Chapada News

Moradores dos arredores da rua Jorge Alves de Oliviera, nas proximidades do bairro Tamboril, na cidade de Seabra, na Chapada Diamantina, denunciam ataques de cães ferozes em dois pontos da rua, colocando a vida de pessoas, principalmente de crianças e idosos e de animais pequenos em risco eminente.

A rua em questão é vista por muitos como uma das ruas mais bonitas da cidade. Sendo uma rua reta, plana, larga, com mão dupla e cheia de residências. Tudo isso faz com que seja muito utilizada por crianças que brincam livremente e por pessoas que fazem caminhadas, tanto sozinhas como com seus animais de estimação. Entretanto, está apresentado esse grave problema de cães ferozes atacando os transeuntes.

*Pontos de Ataque *

Primeiro ponto de ataque – segundo relatos de moradores, no final da rua (na direção norte – IFBA), ainda na parte asfaltada, há um senhor que cria, em condições precárias, 20 animais que latem muito, brigam entre si, uivam e choram dia, noite e madrugada, incomodando toda a vizinhança. Há momentos em que o próprio dono sai com algum cachorro durante a madrugada para que o animal faça suas necessidades fisiológicas, portanto, o senhor sai falando alto, gritando, com sinais de embriaguez. Nesta casa, constantemente os cachorros escapam e agridem as pessoas.

Segundo ponto de ataque – Moradores identificam que logo após o final do asfalto, onde a rua continua sem pavimentação, logo no início dessa parte sem calçamento está o segundo ponto de ataque. É a casa de um caminhoneiro, lá ficam quatro cães grandes pertencentes a esta casa, entretanto, quando os cães mordem alguém, ninguém se responsabiliza pelos mesmos. Em frente a essa mesma casa existe uma outra casa que também cuida de oito animais soltos na rua. Eles alimentam e dão água, mas não se sentem responsáveis pelos cães.

Os ataques

Há aproximadamente 15 dias os cães atacaram uma senhora de 80 anos, mãe de uma moradora da Rua Jorge Alves de Oliviera, deixando ferimentos. Outro ataque bem violento, ocorreu há 30 dias, dessa vez a vítima foi uma moça que trabalha em uma das residências da rua.

Ao Chapada News ela relata que passava pela rua quando os cachorros partiram para o ataque ferozmente, jogando-a no chão. Foram diversas mordidas pelas pernas, cabeça. “Puxaram muito meu cabelo”, relata a vítima. O ataque foi tão raivoso que foram necessários 04 homens para retirar os cães de cima da vítima, que provavelmente morreria, se não fosse socorrida a tempo.

“… me mordeu bastante e eles não tomaram nenhuma providência e nem pagou os gastos. Realmente me falaram que ia me ajudar, não ajudou em nada, não pagou nada eu que fiquei com bastantes mordidas, minhas pernas e até na minha cabeça machucou também.”, declara a funcionária, vítima dos ataques.

Três anos atrás, uma moradora relata que, os cães atacaram a cachorrinha de sua mãe, que de tão grave, foram gastos mais de R$ 3.000,00 em veterinário. E o ataque se repetiu recentemente: dois cãezinhos foram cruelmente atacados pelos cachorros ferozes, ficando com ferimentos graves e grandes despesas com médico veterinário.

 

A indignação dos moradores acontece porque mesmo com denúncias à Administração Pública, nada tem acontecido. “Mês passado quando atacou minha funcionária procurei Polícia, Secretaria de Saúde, Dires e cheguei à conclusão que a melhor alternativa seria o Ministério Público, que ainda não foi acionado”, reclama um moradora.

Publicidade

“Parece que Seabra não tem lei. Sinceramente meu maior medo é de o ataque ser a uma criança ou um idoso. A gente vê direto morte por animais na TV. Isso é uma tragedia que está sendo anunciada!”, desabafa a moradora.

Esse caso torna-se um alerta. “O cão é o melhor amigo do homem”. O título já é milenar, mas há exceções. Um grande número de cães abandonados pelas ruas da cidade é sempre uma preocupação para a população. Infelizmente, nestas condições, estes animais se tornam uma ameaça real para crianças, adultos e idosos. Aos populares fica o alerta ao circular pela rua Jorge Alves de Oliviera até que providências efetivas sejam tomadas!

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

PIATÃ: Sendo destaque em castração de cães e gatos, Piatã enfrenta o abandono de animais de outras cidades

“Não vamos permitir isso aqui. As investigações já estão acontecendo e as pessoas vão ser …