segunda-feira ,6 fevereiro 2023
Página Inicial / Noticias / Seabra: Cliente tem cartão furtado no banco, dinheiro some da conta. Quando retorna para reclamar, dá de cara com o ladrão que prestava serviço na agência

Seabra: Cliente tem cartão furtado no banco, dinheiro some da conta. Quando retorna para reclamar, dá de cara com o ladrão que prestava serviço na agência

A frase de que “o crime não compensa” tomou sentido real nesta terça-feira (29). Entenda o caso. Um cliente do Banco do Brasil foi até o caixa de autoatendimento, no sábado (26), realizar uma transação bancária. Por descuido, o cliente esqueceu o cartão em cima da mesa de apoio, dentro do autoatendimento.

O cliente só foi perceber que estava sem seu cartão nessa terça-feira (29), pela manhã. Rapidamente ele acessou o aplicativo para conferir a conta bancária, que, surpreendentemente, estava zerada. Pela consulta do extrato do pix, o cliente, agora vítima de furto, descobriu os lugares onde seu cartão tinha sido usado. Ele se dirigiu até os estabelecimentos e fez um levantamento das imagens das câmeras do local. Também registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia.

Nas imagens das câmeras dos comércios aparecia um homem alto, moreno, trajando calça azul marinho e camiseta preta.

A vítima (o cliente), juntamente com sua esposa, então dirigiu-se até a agência bancária para imprimir os extratos referentes aos gastos feito pelo suspeito. Pasmem! No momento em que a esposa da vítima aguardava alguém do banco lhes atender, eis que o homem das câmeras passa em sua frente, inclusive, trajando as mesmas roupas. Ela o reconheceu no mesmo instante.

“Logo eu conheci que era ele. A partir daí, comentei com o Gerente que a pessoa que estava gastando o dinheiro estava trabalhando lá dentro do Banco, como pedreiro, fazendo obras lá dentro. Mostrei as imagens dele fazendo as compras, e o gerente também reconheceu e confirmou que era ele mesmo”, relata a esposa da vítima ao Chapada News.

Segundo a esposa da vítima, logo em seguida ela chamou uma viatura da Polícia Militar que levou o suspeito para a Delegacia. Lá foi dado continuidade ao Boletim de Ocorrência. A esposa relata ainda que o suspeito irá devolver todo o dinheiro gasto indevidamente, mas que o mesmo segue preso até passar por audiência de custódia com o juiz, nesta quarta-feira, que irá definir se mantem a prisão ou responde pelo crime em liberdade.

A esposa ainda esclarece que o Gerente do banco lhes informou que o suspeito faz parte de uma empresa contrata em Salvador. Estavam lá executando um serviço e que na próxima sexta-feira já iam todos embora de volta para a capital. Foi “por um triz”, outra frase que também ganha sentido real!

Chapada News

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

PIATÃ: Município também terá carnaval e já conta com atrações confirmadas; confira!

O circuito carnavalesco da Chapada Diamantina conta agora com mais um destino na rota, a …