quinta-feira ,28 maio 2020
Página Inicial / Economia / Seabra: Como irá funcionar os atendimentos no comercio e nas clínicas da cidade.

Seabra: Como irá funcionar os atendimentos no comercio e nas clínicas da cidade.

Associação Comercial Empresarial e Agrícola de Seabra (ACISE) realizou na última, sexta fera (20), junto com a sua diretoria, uma “live” transmitida nas suas redes sociais. Para esclarecer, para todos os empreendedores da cidade e região sobre como vai ficar a economia local do município, o funcionamento do comércio a partir dos decretos municipais e as medidas de prevenção que devem ser adotadas por toda a população devido ao COVID-19.

Após a “live”, a diretoria da ACISE cedeu entrevista a nossa equipe de reportagem do site Chapada News — Tone Nery dono de uma das distribuidoras de alimentos da cidade e representante desse seguimento, bem como Diogenes Barbosa, representando o seguimento das clínicas da cidade, assim como Jussileno Duarte presidente da ACISE. Na ocasião, responderam algumas inquietações e dúvidas que vêm preocupando os “Chapadeiros”.

Tone Nery ao ser questionado se na chapada realmente corre risco de faltarem alimentos no seu abastecimento? Nery respondeu que: “definitivamente não há nenhum risco de desabastecimento de alimentos” Falando mais especificamente de Seabra, segundo ele “existe três distribuidoras na cidade e que os estoques estão normais.” Tone acrescentou, dizendo que já fez contato com as indústrias que reafirmaram que a produção e distribuição continuam normalmente. O entrevistado, reafirmou que: “os mercados da região estão abastecidos, por isso, não correr esse risco de desabastecimento de alimentos, nem em Seabra e região”. No entanto, ele ressaltou, que essas são informações que corresponde a um cenário de momento, diante de todas as atualizações que estão sendo divulgadas pelo governo municipal via decretos.

Sobre a procura de Álcool gel na Chapada, Tone justificou que nos últimos dias passou a ser um produto com uma grande procura, uma vez que as empresas não estavam preparadas para esse grande demanda de consumo e devido a isso, corre sim, o risco de faltar álcool gel na cidade de Seabra e região.

Em seguida, foi perguntado ao Sr. Diogenes Barbosa, representante das clinicas da cidade se nesse período as clinicas irão continuar funcionando normalmente e ele respondeu dizendo que: “Até segunda ordem irão funcionar normalmente sim, visto que as clinicas tem uma função primordial na vida das pessoas. Ele ressaltou também que não existe de doença só o coronavírus, mas, sim outros tipos de doenças que é necessário um tratamento continuo das pessoas.”  Segundo, Barbosa as clínicas se organizaram para fazer os seus atendimentos por horários marcados, para evitar aglomerações, sendo que as clínicas de Seabra também estão oferecendo equipamentos individual de proteção como forma de ajudar a combater a proliferação do vírus na cidade.

O presidente da ACISE, falou sobre o decreto municipal que foi expedido pela prefeitura sobre a suspensão da circulação das vans que fazem transporte alternativo para Seabra. Segundo, Jussicelo foi de comum acordo entre a prefeitura e os donos de vans, que as vans da região não irão mais circular para Seabra com passageiros nos próximos dias. Conforme, Duarte “isso significa em dizer que isso é um número a menos de clientes e consumidores vindo para Seabra. O lado positivo, é que isso vai ajudar no distanciamento social entre as pessoas devido o COVID-19. O lado negativo é que o comércio vai perder financeiramente, mas, que isso não é o fim da “guerra”. Ainda segundo o presidente da ACISE: “agora é hora do comércio se reinventar e fazer com que o seu produto chegue até o consumidor de forma inovadora, criativa e segura.”

Ele finalizou dizendo que a preocupação da ACISE nesse momento são duas: “O problema de saúde pública que está afetando a cada um de nós, sendo que o risco de ficarmos doente é grande, mas também temos uma preocupação com as empresas que movimentam o comércio de Seabra e região que infelizmente também vão ficar doente. Por isso, é necessário minimizar o máximo o risco dessa doença. E que todos os comerciantes monte as suas estratégias e siga as recomendações de prevenção para evitar que essa doença se aproxime o máximo da nossa cidade.”

Ao final dessa matéria foi divulgada pela prefeitura de Seabra mais um novo decreto de n° 25/2020 – com mais algumas restrições direcionadas a suspensão de alguns serviços do comercio local como: bares, restaurantes, lanchonetes e similares, casas de evento, clubes e associações recreativas, bem como o transporte alternativo em toda extensão territorial da municipalidade, assim como fechamento completo da rodoviária.

Assim, Associação Comercial Empresarial e Agrícola de Seabra (ACISE), informa a todos os seus associados e internautas que na próxima semana terá outra “live” atualizando as informações necessárias conforme os decretos municipais que forem lançados.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Decisão judicial contraria decreto de Rui sobre circulação de ônibus em estradas baianas; advogado pediu prisão de tenente

  A juiza federal Olívia Merlin Silva não determinou nesta segunda-feira (25/05) a prisão de …