segunda-feira ,16 maio 2022
Página Inicial / Meio Ambiente / SEABRA: Diversas cobras têm aparecido nas residências dos moradores de Seabra

SEABRA: Diversas cobras têm aparecido nas residências dos moradores de Seabra

Nos últimos dias elas têm aparecido com muita frequência nas residências dos moradores da cidade de Seabra, na Chapada Diamantina: as cobras. Causando comoção e medo. Foram vários chamados aos Brigadistas Civis Anjos da Chapada para resgatar cobras das espécies Cascavel, Jiboia, Caninana e a falsa Jararaca (Boipeva).

Neste domingo (24), os Anjos foram chamados para resgatar uma cobra do povoado da Estivinha, mas ao chegar na casa, depararam com duas cobras, cujo nome científico é Xenodon merremii, conhecida popularmente como boipeva, falsa-jararaca ou achatadeira.

Essa espécie de cobra não é um animal peçonhenta, porém muito agressivo. Sua dentição é áglifa, que não possui dentes especializados para inocular peçonha, logo, ela não é peçonhenta e não oferece risco para os humanos.

Entretanto, na última sexta-feira (22), a equipe resgatou uma cobra altamente venenosa e perigosa, a cascavel. Dessa vez a cobra estava entocada na área da casa de um morador na zona urbana da cidade. O resgate foi feito e a cobra devolvida à natureza em local seguro.

Já no dia 11 de abril, o chamado foi para resgatar uma cobra chamada popularmente de caninana, cujo nome científico é Spilotes pullatus. É uma espécie de serpente agressiva, pode assustar, mas não possui nenhum tipo de veneno e pode atingir no máximo 2,50 de comprimento. A equipe fez a captura e soltou em lugar seguro na natureza.

Além desses resgates, também no dia seguinte, 12 de abril, foi a vez de resgatar uma Jiboia, de aproximadamente 2 metros de comprimento, que estava “passeando” pelo quintal de uma residência, na cidade de Seabra. Também é uma espécie que não possui veneno e uma das mais comuns de se encontrar em ambientes domésticos.

Entretanto, o que esta presença sinaliza para nós, humanos? A necessidade de cuidar do ambiente. Os motivos do deslocamento de animais silvestres para onde existe grande concentração de pessoas são recorrentes: eles procuram, entre outras coisas, alimento e abrigo.

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

IBITIARA: Prefeito quer ampliar mineração na região de Ibitiara

O Prefeito de Ibitiara, na Chapada Diamantina, Wilson Santos Souza, popularmente conhecido como Wilson de …

No Banner to display

Vídeo Destaque

Previsão