quarta-feira ,5 outubro 2022
Página Inicial / Economia / Seabra: Entrevista com membros da APEDS em comemoração ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência

Seabra: Entrevista com membros da APEDS em comemoração ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência

O programa Resumo da Manhã recebeu nos estúdios da Nova Web Rádio Seabra, os membros da APEDS (Associação das Pessoas com Deficiência de Seabra e Região) Caio Aquino e Simone Lima, em comemoração ao dia 21 de setembro, Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, e para falar um pouco sobre a Associação das Pessoas com Deficiência de Seabra e Região.

Caio inicia a entrevista com felicidade dizendo que “vem sentindo que a associação vem evoluindo, e convida os associados a virem participar da associação”. E pede que as pessoas procurem os membros da associação para se associar, pois os benefícios são inúmeros.

Simone cita algumas vantagens de ser associado, como a credencial de estacionamento e o passe livre (um é direito do deficiente) que são passagens de graça, tanto para viagens interestaduais, quanto intermunicipais, que além de darem passe livre ao usuário dão direito a acompanhante. Simone orienta que os deficientes devem procurar o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) para saber se sua deficiência se enquadra e adquirir o passe livre.

Simone ressalta que estar associado ajuda a conhecer e ter acesso aos programas e políticas públicas. Para se associar, o Caio diz que é simples, basta só procurar os diretores, que se colocam até mesmo a disposição para ir à casa da pessoa cadastrar.

Entre as conquistas da APEDS está o reconhecimento como utilidade pública, que foi feito no plenário da Câmara de Vereadores de Seabra, numa assembleia geral, para a constituição da Associação das Pessoas com Deficiência de Seabra e Região (Apeds).

Na entrevista Simone lembra com tristeza, que estão na luta pela reabertura do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência, que só funcionou por três meses, no ano de 2021, e foi fechado pela Secretária Municipal de Assistência Social. Pois alguns documentos não estavam de acordo com a Lei Municipal e nem com o Conselho Estadual de Pessoas com Deficiência. Isso tudo foi relatado através de uma nota de repúdio feita pela APEDS.

A nota também fala de um edital que saiu para eleição de nova diretoria do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência, sendo que o mesmo está fechado, e ainda exige que a pessoas que fizerem parte do Concelho não podem estar empregadas em nenhuma esfera, o que segundo a nota, é uma barreira para a participação da sociedade civil. A APEDS pediu a impugnação do edital à Câmara de Vereadores e ao Ministério Público. E que até o momento não tiveram retorno ao pedido.

Caio, como presidente da Associação diz que o “Conselho Municipal é de suma importância para a associação, e que um ajuda o outro”. Sendo assim ele não entende o posicionamento do secretário citado na nota de repúdio em autorizar o fechamento do conselho, “sendo que as pessoas da associação fazem um trabalho social e que para isso chegue em uma esfera maior, é preciso do Conselho”, complementa Caio.

Simone finaliza a entrevista falando sobre a doação de um terreno para a construção da sede da APEDS, porém este terreno é no povoado de Campestre, se tornando muito longe para a sede. E faz um apelo para quem puder doar um ponto, ou alugar um ponto para a sede do projeto, na sede do município de Seabra, pois isso facilitaria muito para que as pessoas com deficiência tivessem acesso.

Chapada News.

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Erros grosseiros de pesquisas eleitorais detonam credibilidade de institutos  

  As diferenças abissais entre os resultados reais da eleição deste ano e aqueles projetados …