quarta-feira ,5 outubro 2022
Página Inicial / Economia / Seabra: Ex-secretário da Saúde sofre representação ao MPE após irregularidades em contratações

Seabra: Ex-secretário da Saúde sofre representação ao MPE após irregularidades em contratações

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) acataram denúncia apresentada contra o ex-secretário de saúde do município de Seabra, Leandro Athayde de Souza, em razão de irregularidades nas contratações diretas de Antônio Costa dos Santos e Josenar Ferreira de Souza, através de diversas dispensas de licitação, nos exercícios de 2017 e 2018. Os contratos tinham por objeto a locação de um automóvel no modelo Spin, no valor total de R$56 mil, bem como de um ônibus para transporte de pacientes.

O relator do processo, conselheiro Fernando Vita, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o ex-secretário – ordenador de despesas do Fundo Municipal de Saúde –, para que seja apurada a prática de ato de improbidade administrativa. Ele ainda foi punido com multa de R$3 mil.

Em relação ao credor Antônio Costa dos Santos, a denúncia revela que foram realizadas sete contratações diretas, cada uma delas no valor máximo de R$8 mil, de modo a fundamentá-las no inciso II do artigo 24 da Lei de Licitações. Já no caso de Josenar Ferreira de Souza, foram identificadas a realização de quatro dispensas de licitação, todas dentro deste limite.

Para o conselheiro Fernando Vita, a similitude dos objetos contratados, através de procedimentos de dispensa de licitação, indica a presença da irregularidade descrita na denúncia de fragmentação de despesas. Além disso, a alegação do ex-secretário acerca da emergência administrativa – a qual sequer foi comprovada no processo –, não é hábil a desconstituir a irregularidade, pois a aparente urgência da contratação não possibilita ao gestor exceder os limites legais para contratação. O Ministério Público de Contas, por meio da procuradora Camila Vasquez, se manifestou pela procedência da denúncia. Cabe recurso da decisão.

CN  com informações do Política Livre.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Erros grosseiros de pesquisas eleitorais detonam credibilidade de institutos  

  As diferenças abissais entre os resultados reais da eleição deste ano e aqueles projetados …