quarta-feira ,27 maio 2020
Página Inicial / Noticias / Seabra: Família de Ji-Paranaense que veio a óbito no Hospital da Chapada, quebra quarentena e são escoltados de volta para Seabra.

Seabra: Família de Ji-Paranaense que veio a óbito no Hospital da Chapada, quebra quarentena e são escoltados de volta para Seabra.

Familiares do Sr I.P.T que morreu no Hospital Regional de Seabra suspeito da COVID-19, no último dia (29), resolveram por conta própria interromper o isolamento social, conforme recomendação da vigilância sanitária do município, tomando sentido a cidade de Ibotirama abordo de uma Toyota Hilux.  Esses familiares estavam em três pessoas e são os mesmo que acompanhavam o Sr. de iniciais I.P.T, que havia dado entrada no Hospital Regional com suspeitas da COVID-19, vindo a óbito no último dia 25 (quarta-feira), na cidade de Seabra.

As autoridades policias de Seabra ao saber do ocorrido na pessoa do major Alcântara comunicou ao comandante da 28ª CIPM, capitão Hildegard Dantas Moura responsável por Ibotirama e região do fato ocorrido e o comandante de imediato manteve contato com a tropa e com o comandante da 83ª CIPM da cidade de Barreiras, Informando a respeito da situação. Ás 20h30min o comandante recebeu a informação que os familiares do caminheiro haviam sido abordados pela PRF no posto de Ibotirama, onde deslocou-se com a guarnição do 5° Pelotão.

Ao chegar no local, também se encontravam presentes a SAMU e a Vigilância Sanitária. Os ocupantes do veículo permaneceram no interior do veículo e estavam utilizando máscaras. Segundo os serviços da SAMU todos estavam assintomáticos para Covid-19. Desde, então muitos contatos foram feitos com o Executivo Municipal de Ibotirama e Seabra como forma de resolver da melhor maneira a situação.

Já de posse da ocorrência policial registrada na Delegacia Territorial de Seabra. O Major Hildegard começou a negociação com os ocupantes do veículo, ora resistentes, mas que após 1 hora de exposição de motivos, concordaram em retornar a cidade de Seabra com escolta da 28ª CIPM, tendo também o comandante seguido até o local firmado. Os ocupantes do veículo foram recepcionados pelo diretor da UPA e alojados no Hotel Brasília as 04h40min para os devidos protocolos a serem seguidos.

Até o fechamento dessa reportagem, conforme foi sondado por nossa equipe, ainda não tinha saído o resultado dos exames do Sr I.P.T, que veio a óbito com suspeitas da COVID-19 na cidade de Seabra.

Por ter quebrado a quarentena, eles poderiam responder pelo crime de favorecer a disseminação de epidemia, tal como está sendo acusado pelo governo da Bahia o empresário cearense Claudio Vale. De acordo com o governo, o empresário deixou a quarentena em São Paulo e viajou para Trancoso, em Porto Seguro, onde teria espalhado o vírus. Vale, no entanto, nega que tenha quebrado a quarentena. Um inquérito policial sobre o caso está em andamento. Com informações da Policia Militar da Bahia.

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Andaraí: Mulher de 50 anos que veio de São Paulo é o primeiro caso positivo de covid-19 na cidade

O município de Andaraí, na Chapada Diamantina, estava sem caso confirmado de infecção por coronavírus …