quarta-feira ,18 maio 2022
Página Inicial / Meio Ambiente / Seabra: Incêndio criminoso no lixão de Seabra; Fumaça se espalha e moradores reclamam. Prefeitura e Corpo de Bombeiros trabalham para debelar as chamas.

Seabra: Incêndio criminoso no lixão de Seabra; Fumaça se espalha e moradores reclamam. Prefeitura e Corpo de Bombeiros trabalham para debelar as chamas.

Nesta sexta-feira (6), o vazadouro a céu aberto (conhecido como lixão) de Seabra voltou a pegar fogo devido a um incêndio criminoso!
A Prefeitura de Seabra foi acionada para verificar foco de incêndio no vazadouro municipal, é uma operação conjunta entre as Secretarias de Meio Ambiente, Transporte e Corpo de Bombeiros ao chegar ao local constatou grande parte do local em chamas.

Imediatamente foi iniciado o processo para conter as chamas através de 5 caminhões pipas, 4 caçambas, 1 retro escavadeira, 1 trator de esteira e mais de 30 pessoas envolvidas.
Todo esse equipamento precisou ser deslocado de outras atividades para atender essa emergência, o que prejudica diversas ações das secretarias.

Lembrando que esse local por anos foi utilizado para queima de lixo causando diversas complicações respiratórias a moradores dos bairros União, Santa Luzia e comunidades próximas.

A fumaça pôde ser percebia por grande parte da cidade neste fim de semana, causando desconforto à população que a mais de 6 anos não convivia mais com essa situação desagradável.
As chamas já foram contidas e o processo agora é achar os pequenos focos para acabar com a fumaça, o que deve durar aproximadamente uma semana.

Lembrando que causar incêndio é crime e será investigado.

CP – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940
Art. 250 – Causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem:
Pena – reclusão, de três a seis anos, e multa.
Aumento de pena
§ 1º – As penas aumentam-se de um terço:
I – se o crime é cometido com intuito de obter vantagem pecuniária em proveito próprio ou alheio;
II – se o incêndio é:
a) em casa habitada ou destinada a habitação;
b) em edifício público ou destinado a uso público ou a obra de assistência social ou de cultura;
c) em embarcação, aeronave, comboio ou veículo de transporte coletivo;
d) em estação ferroviária ou aeródromo;
e) em estaleiro, fábrica ou oficina;
f) em depósito de explosivo, combustível ou inflamável;
g) em poço petrolífico ou galeria de mineração;
h) em lavoura, pastagem, mata ou floresta.
Incêndio culposo
§ 2º – Se culposo o incêndio, é pena de detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos.

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Bahia: Depois de dois dias, bebê é encontrado vivo dentro de buraco

Depois de passar dois dias dentro de um buraco, no município de Santo Estevão, a …

No Banner to display

Vídeo Destaque

Previsão