segunda-feira ,4 março 2024
[adsanity_group align='alignnone' num_ads=1 num_columns=1 group_ids=309]
Página Inicial / Economia / SEABRA: Reunião no DNIT esclarece dúvidas e traz expectativas de novas obras no trecho da BR-242 dentro de Seabra; entenda

SEABRA: Reunião no DNIT esclarece dúvidas e traz expectativas de novas obras no trecho da BR-242 dentro de Seabra; entenda

FOTO: Divulgação/Chapada News

Nerisvaldo Sobrinho, comunicador e Neguinho, representante dos caminhoneiros da Associação de Seabra, esclarecem como foi a reunião em Salvador, nesta terça-feira (07), referente, principalmente, aos esclarecimentos sobre obras de melhorias na segurança da BR-242, trecho dentro de Seabra (Travessia Urbana de Seabra na BR-242) e consequentemente, a obra já anunciada na Serra da Mangabeira.

De antemão já ficou definido uma data importante no calendário dos seabrenses: dia 30 de março de 2023, acontecerá uma reunião com o DNIT junto a todos da população na Câmara de Vereadores de Seabra, para discutir a situação, saber quais obras já estão em andamento e quais obras poderão ser implantadas na BR-242 em Seabra. É o momento de conversar, esclarecer, cobrar.

A REUNIÃO
No início o deputado federal Claudio Cajado esclareceu que corre atrás de obras de melhorias para a BR-242 dentro de Seabra, há três anos, desde quando compareceu em dois velórios de vítimas de acidente na via em Seabra. Ele disse que conseguiu a liberação dos R$ 3 milhões, e que encaminhou ao DNIT para o devido projeto e quando o órgão lhe informou, no dia 31 de janeiro de 2023, que a obra havia sido aprovada, ele apenas pegou o celular e mandou mensagem ao povo de Seabra, sem sequer conferir no edital a quilometragem que descrevia a obra na Serra da Mangabeira.

Ao que parece houve alguma confusão do DNIT de que a Serra da Mangabeira, que é tão perigosa quanto o trecho da BR-242 dentro de Seabra, não se localiza em Seabra, nem se quer faz divisa com a cidade. Sendo em outro município. Seria isso possível? Foi o que deixou parecer.

Após o deputado ser categórico com o Superintendente do DNIT, Dr. Amauri Lima, de que é preciso obras também no trecho da BR-242 dentro de Seabra, Dr. Amaury disse que o DNIT vai fazer obras de segurança no trecho de Seabra. Segundo ele, “dinheiro tem”. Porém, não foi dado data, valores, projetos, tipo de obras, especificadamente.

Já o deputado federal, Claudio Cajado, informou que no entroncamento de Seabra, nas proximidades do bairro União, “direção que vem de Boninal a Seabra”, as obras do DNIT seguirão três etapas:

Primeira etapa – colocação de placas, redutores e de pardais para diminuir a velocidade;
Segunda etapa – melhorias dos acostamentos e alargamento da ponte do bairro União, com quebra-molas elevados para pedestres;
Terceira etapa – uma pista colateral, como espécie de anteparo para poder parar as carretas que perdem os freios e que atravessam a pista sem nenhum controle, tipo uma área de escape, na descida de quase 10 graus de declive, uma das maiores da Bahia, que ultrapassa o limite estabelecido pelo próprio DNIT, que seria declive de 4 graus.

A fala do Superintendente Dr. Amary Lima é de que o DNIT vai trabalhar em Seabra: “Colocamos junto a nossa equipe a importância de fazermos todos os esforços ali na região de Seabra para evitar esses acidentes que tem acontecido. Ficou acertado que colocaríamos imediatamente as placas de sinalização que já estão sendo confeccionadas, está se estudando a colocação de quebra-molas na direção de quem vem de Barreiras sentido Seabra, e posteriormente faremos uma licitação de todas as necessidades já explicadas pelo deputado, seja as ruas laterais, uma área de escape, com pista mais rugosa para reduzir a velocidade de veículos”.

O prefeito Fábio Lago Sul disse que esse é um momento histórico e de alegria. “Estamos aqui para acompanhar o cronograma, observar essas datas que estão sendo estabelecidas e termos a certeza da concretização desse problema sendo solucionado”, concluiu o gestor.

ESTUDO PARA LOMBADAS E PLACAS

Segundo o caminhoneiro Neguinho as sinalizações servem de alerta aos caminhoneiros, facilitando para o motorista, uma vez que não tem nada chamativo hoje. Já lombadas, Neguinho entende que não devem resolver quase nada. Para Neguinho, seria necessárias vias laterais, onde os moradores de Seabra não acessariam a BR, e sim via laterais para entrar e sair da cidade.

Acompanhe em detalhe, fala por fala, conjecturas, descrição completa da reunião no vídeo abaixo. Extremamente interessante.

Chapada News

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Chapada: Caminhão carregado de tomates capota entre Barra da Estiva e Ituaçu

Na noite desta sexta-feira (01/03), um incidente envolvendo um caminhão carregado de tomates foi registrado …

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]