sexta-feira ,14 agosto 2020
Página Inicial / Noticias / Seabra: ”Sextou”? Bares fechados, movimento baixo e grande quantidade de policiais nas ruas da cidade.

Seabra: ”Sextou”? Bares fechados, movimento baixo e grande quantidade de policiais nas ruas da cidade.

 

Depois das ameaças para que as festas não fossem realizadas em respeito ao enterro do líder da facção BDM Zé de Lessa, a noite nas ruas de Seabra ficou esvaziada. Bares tradicionais como o América e Adega nem se quer abriram as portas. Comerciantes relataram que houve queda expressiva no movimento e que a grande maioria iria fechar mais cedo. Era visível a presença da polícia nas ruas da cidade.  Em entrevista à Nerisvaldo Sobrinho, o comando da CIPE Chapada transmitiu mensagem para tranquilizar a população.

“Passando aqui pra lhe dizer que a Policia Militar e a Policia Civil, as Forças de Segurança do Estado da Bahia, não irão permitir que nenhum marginal venha tumultuar a ordem pública nem fazer a sociedade de refém. Nós estamos desencadeando várias operações na região pra que a paz social seja assegurada. A população pode ficar tranquila e manter suas atividades normais bem como o que estava planejado e agendado. A Policia Militar e a Policia Civil não irão permitir que nada aconteça” finalizou o Comandante.

Mais de dez eventos marcados para acontecer neste final de semana nos municípios de Seabra, Iraquara e Palmeiras, na Chapada Diamantina, foram cancelados ou adiados devido a áudios de supostos aliados de ‘Zé de Lessa’ – assaltante de banco José Francisco Lumes – que morreu durante uma ação policial, no Mato Grosso do Sul, na última quarta-feira (4). Ele era a maior carta do ‘Baralho do Crime’ da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). De acordo com organizadores dos eventos, a medida foi por segurança após conselho da Polícia Militar.

Moradores de Palmeiras e Seabra entraram em contato com o Jornal da Chapada nesta sexta-feira (6) para falar sobre os cancelamentos. Os áudios foram enviados para a redação do site, assim como um vídeo que circula onde aponta que o grupo faz parte da facção Bonde do Maluco (BDM) e que estaria de luto pela morte de ‘Zé de Lessa’ por isso as ameaças para que os eventos fossem suspensos. “Alguns desses eventos foram organizados com meses de antecedências. Estamos vivendo um momento muito delicado da segurança pública na região da Chapada”, diz um morador que não quis se identificar.

De acordo com narrativas, o assunto tomou as redes sociais e deixou a população inquieta. Cartazes dos eventos com a palavra ‘cancelado’ foram enviados também. Em Seabra, foram adiados o ensaio do ‘Seabra Light’ e a semifinal do Campeonato Municipal de Futsal que seriam nesta sexta. Outro evento cancelado na cidade foi o American Pie Fest, ‘o Reencontro’, que seria neste sábado (7). Em Palmeiras, a tradicional festa de Campos de São João, que seria no sábado também foi cancelado. Assim como as atividades desta sexta e sábado da Feira Literária (Flipa) que homenageava o escritor Jorge Amado. Há dados sobre cancelamento de eventos também em Lençóis e Mulungu do Morro.

“Sentimos muito, mas prezamos a segurança dos nossos convidados e comunidade envolvida. O evento foi feito com muito carinho e muito amor. Já estamos sonhando com a segunda Feira Literária de Palmeiras”, aponta nota dos organizadores da Flipa. A ‘Festa das Patroas’ que seria nesta sexta em Iraquara também foi cancelada. “Devido a ligações e áudios que eu recebi do pessoal de Zé de Lessa. Eles falaram para eu cancelar a festa ou então mataria a mim e a minha família. Queria avisar para o pessoal que comprou o ingresso que vá até o ponto de venda pegar seu dinheiro de volta. Os fornecedores a gente já está articulando e resolvendo. Todos já foram comunicados”, aponta o organizador em áudio. Ele diz que em 13 anos de existência isso nunca tinha acontecido e pede a compreensão de todos.

Em áudio atribuído a um padre do município de Mulungu do Morro, ele aponta que foi dado toque de recolher. “Tem um áudio aí do pessoal de ‘Zé de Lessa’ dizendo que é para o comércio está todo fechado até segunda-feira e estamos sem saber qual procedimento que a gente faz. Se a gente vai celebrar a noite se a gente faz a festa de Nossa Senhora. O corpo de ‘Zé de Lessa’ vai chegar hoje [sexta], mas será sepultado amanhã [sábado]. Os criminosos dizem que já estão todos aqui na região. A gente fica assim sem saber. Nunca aconteceu isso. Fico sem saber se vou celebrar, se eu peço para o povo não ir, porque realmente é por a vida dos outros em perigo”, detalha o padre.

 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Boquira-BA registra primeira morte por Covid-19.

O município de Boquira localizado na Bacia do Paramirim região sudoeste da Bahia, registrou a …

Deixe uma resposta