terça-feira ,29 setembro 2020
Página Inicial / Saúde / Secretário de Brumado diz que paciente morreu por burocracia criada pelo Estado na regulação

Secretário de Brumado diz que paciente morreu por burocracia criada pelo Estado na regulação

Na madrugada da última quarta-feira (10), um paciente de 40 anos, cardiopata, proveniente da cidade de Guajeru, morreu no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, em Brumado, após ter o atendimento negado. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o secretário de saúde de Brumado, Claudio Feres, relatou que, antes, a cidade de Vitória da Conquista possuía uma central de regulação de leitos, que atendia as regiões sudoeste e oeste de forma mais rápida.  

“No final de abril, o Estado decidiu acabar com essas centrais regionais e levar tudo para Salvador, centralizando toda a regulação do estado. Isso tem causado em toda Bahia um transtorno na regulação, gerando imensos problemas”, protestou. 

  

Além disso, o secretário pontuou que tem tido dificuldade para transferir pacientes internados no próprio hospital para a UTI Municipal, apesar das vagas disponíveis. “Foi uma decisão administrativa para reduzir recursos, mas estamos sofrendo para manter contato com a central de regulação estadual. Toda Bahia está sofrendo com esse novo modelo na regulação de pacientes”. O município enviou um ofício ao secretário de saúde do estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, e ao governador Rui Costa. Até o fechamento da nota não houve pronunciamento dos representantes do Estado. 

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

Seabra: Hospital Regional da Chapada Convoca Candidatos para Processo Seletivo Cadastro Reserva

AUXILIAR ADMINISTRATIVO   Local: Hospital Regional da Chapada Data: 18/09/2020 Horário:  8H Nº Candidato 1 …