terça-feira ,29 novembro 2022
Página Inicial / Polícia / STF e TSE pagam até R$ 19 mil em horas extras durante recesso

STF e TSE pagam até R$ 19 mil em horas extras durante recesso

Apesar de ser um período no qual o volume de trabalho cai substancialmente, durante o recesso do final de ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) implementaram aos contracheques de servidores pagamentos de horas extras no valor de ate R$ 19 mil.

De acordo com informações do Estadão o total dos custos das Cortes com os salários daqueles que permaneceram de plantão no período de dezembro a janeiro no Poder Judiciário chega a R$ 1,5 milhão.

No recesso de 2022 no Supremo saiu de um gasto de R$ 238 mil entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021 para o atual R$ 1,2 milhão. Já nos dois meses de recesso no TSE foram pagos R$ 298 mil por horas de trabalho adicionais; de dezembro de 2020 a janeiro de 2021, o valor foi de R$ 352 mil. Ainda assim, no Supremo, os custos com horas extras são quatro vezes maiores do que no TSE.

Em nota enviada ao Estadão, o TSE não especificou quais foram as funções essenciais desempenhadas pelos servidores para justificar o incremento, mas disse que “os pagamentos se referem ao serviço extraordinário prestado em anos anteriores, bem como a serviços realizados para manter o tribunal em funcionamento durante o período de recesso”, previstos em resolução sobre o trabalho nessa época do ano. (BNews)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

CHAPADA: Família procura desaparecido que pode estar na Chapada Diamantina; Ele tem parentes em Seabra, Palmeiras e Vale do Capão

A família de um rapaz identificado como Vitor Cathalá Loureiro está à procura do mesmo, …