terça-feira ,7 fevereiro 2023
Página Inicial / Justiça / Supremo Tribunal Federal declara, por 6 a 5, inconstitucionalidade do “Orçamento Secreto”

Supremo Tribunal Federal declara, por 6 a 5, inconstitucionalidade do “Orçamento Secreto”

Foto: Reprodução / Poder 360

O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou, por 6 votos a 5, a inconstitucionalidade das emendas do relator do orçamento, as RP-9. O julgamento foi concluído no início da tarde desta segunda-feira (19).

O julgamento havia sido interrompido na sexta-feira (16). Votaram à favor da decisão os ministros Rosa Weber (relatora), Edson Fachin, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Luis Roberto Barroso e Ricardo Lewandowski.

Cinco ministros votaram no sentido de que as emendas de relator podem continuar sendo distribuídas pelo relator do Orçamento, desde que com critérios mais transparentes. São eles: Gilmar Mendes, André Mendonça, Nunes Marques, Dias Toffoli e Alexandre de Moraes.

Cada ministro que optou de maneira contrária à proibição, no entanto, apresentou sua proposta de medidas a adotar para aprimorar o modelo. As informações são do G1 e da Folha. (Por Bahia Notícias)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

CHAPADA: TCM aprova contas de 2021 da prefeitura de Bonito; com ressalvas e multa de R$ 1 mil

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, na sessão desta quinta-feira (02/02), …