domingo ,5 fevereiro 2023
Página Inicial / Política / Toffoli pede ‘perdão’ a Lula por vetar ida ao velório do irmão quando ele estava preso, diz coluna

Toffoli pede ‘perdão’ a Lula por vetar ida ao velório do irmão quando ele estava preso, diz coluna

Foto: Ricardo Stuckert / Divulgação

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli pediu “perdão” ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva por não ter autorizado o petista a comparecer ao velório de seu irmão, Genival Inácio da Silva, quando estava preso em Curitiba.

Vítima de câncer, Genival – conhecido como Vavá – morreu em janeiro de 2019. À época, a defesa de Lula pediu autorização à Justiça para que ele se reunisse com familiares para a despedida, em São Bernardo do Campo. As informações são da coluna Monica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Juízes de instâncias inferiores negaram, a Polícia Federal se manifestou contra e o caso foi parar no STF. Toffoli então concedeu o direito de Lula se encontrar com a família em uma unidade militar em São Paulo, com a possibilidade de o corpo do irmão ser levado até ele, mas Lula recusou.

Na cerimônia de diplomação de Lula, o ministro do Supremo se aproximou do próximo presidente e pediu desculpas. “O senhor tinha direito de ir ao velório”, disse Toffoli. “Me sinto mal com aquela decisão, e queria dormir nesta noite com o seu perdão”. (Por Bahia Notícias)

Sobre Redação

Você pode Gostar de:

MACAÚBAS: Após cassação por cota de gênero, 4 novos vereadores tomam posse na Câmara de Macaúbas

Após quatro parlamentares terem sido cassados por fraude na cota de gênero nas eleições de …